Geral

Prefeitura do Nortão faz chamamento para atender população LGBTQI+ durante pandemia

A secretaria de Ação Social, de Alta Floresta (314 quilômetros de Sinop) está fazendo chamamento, após solicitação da Defensoria Pública para identificação da população LGBTQI+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), para à promoção dos direitos humanos e cadastro dos que estão em situação de vulnerabilidade devido à pandemia do novo coronavírus. A secretaria está disponibilizando suporte técnico para recebimento de auxílio emergencial e fazendo doações de cestas básicas.

A assessoria da prefeitura informou, ao Só Notícias, que está fazendo a campanha atendendo a defensoria pública, que alegou pouca procura da população LGBTQI+ aos direitos disponibilizados. Para receber os auxílios disponibilizados basta ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) com os documentos pessoais e se enquadrar nos critérios, assim com as famílias em venerabilidade que estão sendo atendidas.

O chamamento é para garantir uma renda básica emergencial durante três meses, para o enfrentamento dos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. A primeira parcela do auxílio emergência já foi paga. A segunda parcela começou a ser depositada nesta semana.

Só Notícias/David Murba