Geral

Prefeitura apresenta diagnóstico da situação atual de Sinop para planejar necessidade do novo plano diretor

A elaboração do novo plano diretor municipal foi debatido, hoje, com dirigentes de diversas entidades, vereadores, e a equipe do Prodeurbs, da prefeitura, apresentou o diagnóstico atual do município para demonstrar como está Sinop,  incluindo mapas  sobre a economia, meio ambiente, drenagem, evolução populacional, distribuição e crescimento dos bairros, dentre outros aspectos necessário a promoção do entendimento sobre o atual momento do município.

Foi apresentada a “evolução da mancha urbana (área de ocupação)” com os vetores de expansão, demonstrando quais foram as etapas de crescimento de Sinop ao longo dos anos, o eixo da BR-163, bem como as estradas rurais que se encontraram com o perímetro urbano, serviram de rotas importantes para o desenvolvimento dos bairros. Também foram detalhadas as zonas urbanas consolidadas e em expansão. As áreas “cheias e vazias:  identificadas nas regiões norte, centro e sul do município e qual o comportamento de ocupação dessas regiões, ou seja, as áreas já consolidadas e áreas em processo de ocupação.

O diretor da Prodeurbs, Miro Teodoro, explicou que, além do plano diretor, o núcleo tem atuado em outras frentes, antecipando trabalhos e estudos necessários a consolidação do novo olano. “Estamos fazendo um trabalho de estudo para habitação popular, assim como interligação de avenidas, que estão com projetos aprovados. Estamos bem alinhados, com todas as secretarias, que deverão apresentar as propostas ao plano, dos pontos que atendam às necessidades e particularidades de cada secretaria”, explicou, através da assessoria.

No estudo, estão demonstrados os estabelecimento de ensino e saúde, como as escolas públicas e privadas, escolas técnicas, universidades, unidades básicas de saúde, hospitais e demais. Outro ponto demonstrado na análise, foi sobre o polo financeiro, de gestão empresarial e de comércio e serviços do cotidiano como, por exemplo, a distribuição de óticas, farmácias, bares e restaurantes, supermercados, bancos, lojas de confecções e calçados, lojas de móveis, eletrônicos e demais empresas.

A arquiteta e urbanista Melina Araújo, que apresentou o estudo, explica que o diagnóstico apresentado, servirá pra identificar os pontos chave que precisam ser revistos, modernizados e atualizados no novo plano diretor. “Isso é importante no plano diretor, para saber como o uso possa ser distribuído. Há regiões com poucos serviços oferecidos, então precisamos promover a distribuição homogênea, com pontos centralizados nos bairros, sem que isso gere um processo de locomoção grande, trazendo mais bem estar ao acessar de forma mais rápida esses serviços”.

O Plano Diretor é elaborado por uma empresa privada e para auxiliar no desenvolvimento, sugerir e fiscalizar a execução do Plano Diretor do Município, foi constituído o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano. São 18 conselheiros titulares e 18 suplentes, que fazem parte do grupo. A formação do conselho é em atendimento ao que está disposto na Lei complementar 29, de 2006.

Até a entrega do novo Plano Diretor de Sinop, serão cumpridas várias etapas, que englobam as reuniões de trabalho e estudos, oficinas com análises e debates em bairros estratégicos e audiências públicas. A elaboração do plano diretor é um instrumento básico de planejamento, gestão territorial e implantação da política de desenvolvimento urbano, no sentido e nortear a ação de agentes públicos e privados.

A informação é da assessoria da prefeitura.

Só Notícias (assessoria)