Geral

Piloto de avião morto pela PF já passou por Sinop

O piloto que morreu ontem em Santana do Livramento (RS) por policiais federais passou diversas vezes por Sinop onde reabasteceu seu avião. A confirmação foi feita, há instantes, ao Só Notícias, por um piloto que conhecia Alcides Cunha Costa, 65 anos. “Vários pilotos aqui do Nortão conheciam ele. Alcides morava em Manaus (AM)”, disse.

Ontem à tarde, Alcides preparava-se para decolar com seu bimotor modelo Asteca, de Santana do Livramento, quando foi atingindo pelos tiros. Segundo a Polícia Federal, o avião teria levado 30 quilos de cocaína para o Uruguai. A PF diz que estava fazendo o monitorando da aeronave desde quando decolou de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul. Ele pousou na cidade gaúcha, na pista de uma fazenda, para reabastecimento quando a polícia chegou.

O segundo tripulante, Lauter Veroni Rojensk, 50, teve ferimentos na costela e no pé direito, informou o jornal Zero Hora. Ele foi medicado no Pronto Socorro de Santana do Livramento e, em seguida, teve alta para prestar depoimento. Conforme a Polícia Federal, Rojensk é morador de Dourados (MS), tem antecedentes por tráfico e estava em liberdade condicional.