Geral

Novo gerente do Senai Sinop buscará fortelecer oferta de cursos

O novo gerente do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional) de Sinop, José Correa de Souza Neto, que assumiu o cargo na última segunda-feira, disse ao Só Notícias que sua primeira meta de trabalho é conlcuir as obras na unidade sinopense. “A reforma do prédio já está pronta, só aguardando a reinauguração. Assim, poderemos começar os trabalhos de uma forma a atender melhor a população da cidade, já que teremos uma estrutura muito melhor”, salientou.

Segundo ele, após essa reinauguração vários projetos encaminhados pela gerência Regional deverão ser colocados em prática. “Estamos apenas dependendo do prédio, assim vamos colocar nossos projetos novos em andamento e oferecer outras oportunidades aos sinopenses”, acrescenta ressaltando que seu maior objetivo é agradar a todos. “Quero desenvolver um bom trabalho, sempre colaborando para o crescimento do Senai e da comunidade como um todo”.

Só Notícias apurou que entre os projetos a serem encaminhados ao funcionamento ainda neste 2º semestre do ano estão os cursos que já são ministrados, um curso técnico e um curso de mecânica com uma oficina especializada trazida por uma montadora de carros . “Este curso será excelente, a montadora vai disponibilizar veículos próprios para os treinamentos”, reforça José.

Conforme Só Notícias já informou, José Correa de Souza Neto tem 41 anos e está vindo de Cuiabá, onde trabalhava em uma empresa privada. Ele é ex-aluno do Senai no curso ‘eletricista de manutenção’ da modalidade de aprendizagem industrial. É natural de Cachoeiro do Itapemirim (ES) e iniciou os cursos no Senai Ary Torres em São Paulo, quando tinha 17 anos.

“O papel do Senai foi de fundamental importância na minha formação como pessoa e na minha postura de profissional”, avalia o novo gerente. A qualificação profissional garantia um emprego na Kibon, que custeava para o ‘menor aprendiz’ – categoria que compreende jovens entre 14 e 17 anos. “Foi um período muito gratificante na minha vida. Lembro-me com carinho dos professores, da disciplina e organização. Descobri que podia crescer muito profissionalmente”.