Geral

MPF denuncia pilotos e controladores por queda de boeing no Nortão

O juiz federal de Sinop, Murilo Mendes, vai dar prosseguimento a denúncia feita pelo Ministério Público Federal, contra seis pessoas, acusadas de serem responsáveis pelo acidente envolvendo o boeing da Gol, e o jato Legacy, em setembro do ano passado, no Nortão, deixando 154 mortos.

O procurador da República em Mato Grosso, Thiago Lemos de Andrade, confirmou que acatou a denúncia da Polícia Federal contra os pilotos americanos Joe Lepore e Jan Paladino, que conduziam o jato Legacy. Outros quatro sargentos da Aeronáutica foram apontados como culpados: Jomarcelo Fernandes dos Santos, Lucivaldo Tibúrcio de Alencar, Leandro José Santos de Barros e Felipe Santos dos Reis.

Andrade tipificou o crime de ‘expor a perigo aeronave própria ou alheia’, previsto no artigo 261 do Código Penal. Os pilotos e três controladores foram denunciados por crime culposo. Para o controlador Jomarcelo Fernandes dos Santos, foi tipificado como doloso. Ele estaria sabendo que o jato Legacy estava em altitude errada e não informou sobre a irregularidade na rota.

A Justiça Federal de Sinop vai dar prosseguimento com audiências e interrogatórios. Os pilotos Joe Lepore e Jan Paladino chegaram a ficar impedidos de sair do Brasil por três meses, após o acidente, retornando aos EUA em dezembro.

(Atualizada às 17h14)