Geral

Motorista indiciado por homicídio culposo de jovem em Lucas paga fiança de R$ 10 mil e é liberado

Francisco Marques Galvão, de 37 anos, passou por audiência de custódia e foi colocado em liberdade após pagamento de fiança de R$ 10 mil. Ele conduzia uma Mitsubishi Pajero TR4 prata, que se envolveu em acidente no último domingo, na avenida das Nações, bairro Menino Deus, e atingiu uma Honda Titan branca. O motociclista, José Augusto Santos de Oliveira, de 19 anos, morreu ainda no local.

Francisco foi indiciado por homicídio culposo, pelo delegado de Polícia Civil, Eugênio Rudy Júnior, no entanto, na audiência o judiciário arbitrou fiança. No dia do acidente, ele passou por teste de bafômetro, já no hospital, e apresentou resultado de 0,84 miligramas de álcool expelido pelos pulmões, o que caracteriza embriaguez, conforme apontado no boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar.

Ao Só Notícias, o delegado explicou, há pouco, que foram requisitadas duas perícias, a de local de crime e a necropsia. Além disso, a concessão de liberdade se deve ao fato de que a lei não prevê prisão preventiva para crimes culposos.

Já o inquérito policial deve ser concluído nos próximos dias, e o fator da prisão em flagrante deve auxiliar. “Ainda mais que ele foi submetido a exame de ar alveolar por intermédio do etilômetro e ficou comprovado que estava embriagado, porém, precisamos da conclusão dos laudos periciais para finalizar o inquérito”, explicou Eugênio.

José Augusto morava com as irmãs em Lucas do Rio Verde e o corpo foi transladado para Riachuelo, em Sergipe.

Conforme Só Notícias já informou, além de Francisco Marques, havia outro ocupante na Pajero. Ambos tiveram ferimentos leves e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. Os militares, inclusive, precisaram fazer desencarceramento de uma das portas para remoção dos ocupantes da Pajero.

“O condutor apresentava pequena dor no pescoço, e o passageiro não apresentou lesão, nem dor, mas estava agressivo verbalmente, sendo necessário ser contido para encaminhar ao hospital”, explicou, ao Só Notícias, o soldado Rodrigues.

A versão investigada inicialmente, é que a Pajero seguia na avenida, quando o condutor perdeu o controle da direção, subiu no canteiro central, atingiu um poste, chegou a capotar, invadiu a contramão e atingiu a Honda. Em seguida, colidiu com a carreta, que estava estacionada.

Com o impacto, a Pajero ficou destruída, a parte frontal foi danificada, o para-brisa quebrado, um dos pneus estourou e a traseira também teve danos. Já a motocicleta, ficou completamente destruída e o garfo com a roda dianteira entortou. Pedaços de ambos os veículos ficaram na avenida.

Só Notícias/Luan Cordeiro/Cleber Romero e Altair Anderli, de Lucas do Rio Verde (foto: Só Notícias)