Geral

Morre no hospital jornalista acusado de atirar em ex-namorada no Médio Norte

O jornalista José Marcondes Neto, o Muvuca, não resistiu aos graves ferimentos e morreu, ontem, por volta das 21h30, numa unidade particular, onde estava internado, em Tangará da Serra (239 quilômetros ao Médio Norte de Cuiabá). As informações foram confirmadas, esta manhã, pelo Instituto Médico Legal (IML), ao Só Notícias. A família já procurou a Polícia Civil para fazer a requisição de necropsia. O corpo será transladado para Cuiabá. O local do velório e sepultamento  ainda serão definidos.

Muvuca, de 46 anos, é acusado de tentar matar a ex-namorada, ontem, pela manhã, numa farmácia, em Tangará, onde ela trabalhava. Após atirar nela, ele também disparou na própria cabeça.

Inicialmente, ele foi encaminhado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em estado considerado gravíssimo, foi transferido a uma clínica, onde fez uma tomografia e encaminhado imediatamente à unidade privada, onde acabou falecendo.

Já a mulher é atendida em hospital particular onde passou por cirurgia e está numa Unidade de Terapia Intensiva, em estado grave, segundo a assessoria da secretaria de Saúde de Tangará da Serra.

A motivação do crime ainda é desconhecida e será investigada pela Polícia Civil.

O jornalista era proprietário de um site de notícias, em Cuiabá, e foi candidato ao governo de Mato Grosso, em 2014, mas teve seu registro de candidatura indeferido. No ano passado, foi candidato a vereador na capital, mas também foi indeferido.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: arquivo pessoal - atualizada às 9h05)