Geral

Ministério Público pede lockdown em 12 cidades de Mato Grosso

O Ministério Público Estadual (MPE) orientou que 12 cidades da região Oeste de Mato Grosso entrem em quarentena obrigatória por conta do risco muito alto de infecção pelo novo coronavírus. Foram notificadas as prefeituras de Araputanga, Curvelândia, Figueirópolis D’Oeste, Glória D’Oeste, Indiavaí, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu e São José dos Quatro Marcos.

As cidades já deveriam ter entrado em ‘lockdown’ decretado pela Justiça Federal, a pedido do Ministério Público Federal (MPF) no fim de junho. Na nova orientação, o MPE pediu que os municípios “adotem todas as medidas não-farmacológicas e de distanciamento social previstas na respectiva Matriz de Risco do Ministério da Saúde ou do Estado de Mato Grosso, de acordo com a situação de cada um dos municípios”.

O MPE pede que as 12 cidades suspendam atividade de lazer e celebrações religiosas, mantenham em funcionamento apenas serviços públicos e atividades essenciais e restrinjam atividades no ramo da alimentação apenas aos serviços de entregas ou take away (com a proibição de consumo no local).

A notificação foi encaminhada nesta segunda-feira com prazo de 48h para que os executivos municipais respondam. Os 12 municípios são atendidos por leitos de UTIs de Cáceres, mas já não há mais vagas disponíveis naquela que é a maior cidade da Região Oeste.

Só Notícias/Gazeta Digital (foto: assessoria/arquivo)