Geral

Ministério da Saúde abre licitação para implantar ala de radioterapia em Sinop

Nos próximos meses Sinop terá uma ala de radioterapia para atender pacientes com câncer pelo Sistema Único de Saúde. É o que garante o processo licitatório aberto pelo ministério da Saúde, que visa a contratação de empresa especializada para execução e instalação de equipamentos de infraestrutura para a implantação de “solução” de radioterapia. A estrutura será feita na Fundação de Saúde Comunitária (Hospital Santo Antonio), que atende pacientes do SUS.

No edital, não constam detalhes dos aparelhos que devem integrar o centro em Sinop. Apenas há a especificação do acelerador linear, equipamento que gera uma forma de radiação, através de corrente elétrica, que é direcionada para a área que se deseja tratar. Essa radiação no tecido doente promove a destruição das células.

Para a ação serão investidos pouco mais de R$ 7,2 milhões, montante que engloba uma área de 948,14 m². A empresa vencedora deverá fornecer mão de obra necessária, instalação de equipamentos de infraestrutura, segurança, automação, prevenção e combate a incêndio, clima. Segundo o ministério, a implantação faz parte do plano de expansão de radioterapia do SUS, que contemplará a construção/ampliação de 80 centros de tratamento.

O contrato entre vencedora e ministério terá vigência de 13 meses, já o prazo para execução das obras será de 9 meses a partir da emissão da ordem de serviço, que será publicada no Diário Oficial da União. O pagamento será diluído durante os meses, de acordo com o andamento das obras.

De acordo com o edital, as empresas interessadas em participar do certame tem até o dia 18 de março para apresentar as propostas e devem também comprovar habilitação técnica, financeira e jurídica para participar do processo licitatório.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)