Geral

Ministério da Justiça leiloa fazenda de Arcanjo e outros imóveis em Mato Grosso na próxima semana

Durante a próxima semana, serão realizados três leilões pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) que devem gerar uma arrecadação de mais de R$ 115 milhões. Serão leiloados, por meio de plataforma online, imóveis em Mato Grosso e no Rio de Janeiro (RJ).

Em Mato Grosso, no dia 30 de novembro, será leiloado a Estância Colibri, que pertencia ao ex-comendador João Arcanjo Ribeiro, conta com uma área de 63 mil hectares e está avaliada em mais de R$ 30 milhões. Também vai a leilão um terreno avaliado em R$ 5 milhões. Ainda no estado, em 2 de dezembro, poderão receber lances 14 imóveis, entre prédios, salas comerciais, casas de luxo e terrenos, com lances iniciais a partir de R$ 38 mil.

No Rio de Janeiro, são 14 imóveis, em bairros como Leblon, Botafogo e Barra da Tijuca que juntos estão avaliados em R$ 16 milhões. As vendas acontecerão no dia 30 de novembro. Interessados já podem dar lances na página do leiloeiro.

Desde 16 de novembro, bens de alto valor agregado, como aeronaves, moeda estrangeira, pedras preciosas, itens de origem biológica entre outros bens de elevado valor econômico que demandem gestão especial até que ocorra sua alienação ou seu perdimento definitivo, são geridos pela Coordenação-Geral de Alienação de Ativos, dentro da Diretoria de Gestão de Ativos.

O recurso arrecadado é destinado aos cofres públicos. Até 40% do valor retorna às polícias que apreenderam o patrimônio, para o fortalecimento das ações que resultam nas apreensões. Os outros 60%, quando oriundos de crimes relacionados ao tráfico de drogas, são destinados ao Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que financia projetos para reforçar a segurança pública e o combate às drogas no país.

Redação Só Notícias (foto: reprodução)