Geral

‘Maturidade do eleitor’ será avaliada nesta eleição, diz presidente TRE

O grande desafio desta eleição será o teste do eleitor, em que será avaliado o grau de sua maturidade na análise dos acontecimentos que marcaram negativamente a trajetória dos candidatos”, disse o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Antonio Bitar Filho, na abertura do 33º Encontro do Colégio de Presidentes de TRE´s, na manhã desta quinta-feira, em Cuiabá. Bitar deu grande ênfase ao desafio que tanto a Justiça Eleitoral quanto o eleitor irão enfrentar neste pleito, para o cumprimento da legislação eleitoral e das medidas implantadas pela mini-reforma.

Segundo o desembargador, as inúmeras denúncias de corrupção envolvendo parlamentares, como o escândalo dos “mensaleiros” e mais recentemente dos “sanguessugas”, incentivam o eleitor ao voto nulo ou em branco, e alimentam a descrença na legitimidade e representatividade dos candidatos. Para Bitar, a melhor saída para o eleitor é depositar nas urnas o sentimento de insatisfação com o quadro político atual, retirando do cenário aqueles candidatos que não cumpriram seu dever com o povo.

Como exemplo de perseverança, o presidente do TRE-MT relembrou a trajetória política do ex-governador de Mato Grosso Dante de Oliveira, que morreu na última quinta-feira. Com a voz embargada pela emoção, Bitar rememorou o passado de Dante de Oliveira e a sua contribuição para a política estadual e principalmente nacional, como o autor da emendas das “Diretas Já”, na luta pela redemocratização do país. Para Bitar, o ex-governador era um jovem sonhador, “cuiabano da melhor estirpe, gente da nossa gente, que sonhou eleições diretas e livres, onde o povo escolhe seus representantes”, numa época em que a censura vigorava.

Numa homenagem singela, o desembargador pediu um minuto de silêncio. E finalizou, “A homenagem é dedicada pelo pensamento de tão nobre filho da terra e das Diretas Já”.