Geral

Jovem que morreu em Portugal será trasladado e sepultado em Mato Grosso

A família do estudante Kauã Victor Moraes da Silva, 18 anos, está se mobilizando para transferir seu corpo de Portugal para Araputanga  (345 km ao Oeste de Cuiabá) onde deve ser sepultado. De acordo com as informações da imprensa portuguesa, ele foi encontrado na quarta-feira (11), no fundo de uma arriba – rochas próximas do mar – entre as praias de Ribeira D’Ilhas e do Cavalinho, na região da Freguesia de Santo Isidoro, na cidade de Mafra.

O pai dele Welton Silva, declarou para a Gazeta Digital, que “ele estava em Portugal há 60 dias, tinha acabado de voltar da Espanha, onde mora a minha mãe, estiveram juntos. Ele foi com a intenção de trabalhar e estudar Tecnologia de Informação”. “Pode ter sido um acidente, ele pode ter escorregado, alguém pode ter empurrado, ou outra coisa”, disse o pai, sobre a hipótese da morte. A polícia portuguesa abriu inquérito para investigar.

Hoje, familiares conseguiram mais de R$ 21 mil em doações para trazer o corpo a Mato Grosso. “Ele foi reconhecido por outras pessoas que são ligadas à família, mas a mãe que está lá ainda não conseguiu ter acesso ao corpo, que só vai ser liberado na quarta-feira (18)”, com previsão de chegada em Brasília dia 20. “Ainda não caiu a ficha, e essa demora toda, só piora a situação. Só vamos entender mesmo quando eu ver ele”, disse Welton, que contou com a ajuda da família, amigos e de muita gente online que se mobilizou para ajudar ele trazer o corpo de Kauã para Araputanga.

Em uma rede social a família contou que o translado do corpo ficou em um valor estimado em R$ 30 mil. Foi aí que eles abriram uma vakinha online. Welton agradeceu as doações e a mobilização das pessoas, bem como as mensagens de conforto.

Só Notícias