Geral

Inspetor diz que causa do acidente com ônibus e carreta entre Sinop-Sorriso com várias mortes é investigada; trecho ‘perigoso’ e ‘show de imprudência’

O inspetor Leonardo Ramos, chefe da Polícia Rodoviária Federal na região, disse, há pouco, que o acidente com o ônibus da Itamarati e uma carreta, na BR-163 entre Sinop-Sorriso (próximo ao trevo para Vera), por volta do meio dia, com 11 mortos e pelo menos 9 feridos, é uma das maiores tragédias que ocorreu na rodovia.

O inspetor disse que “a dinâmica do acidente ainda está sendo estudada, avaliada então ainda é cedo de falar. Mas, assim que os trabalhos forem concluídos, a gente vai poder o prognóstico”.

Ele descreveu que, neste trecho, são constantes as constatações da PRF de graves infrações de trânsitos que vem sendo cometidas nos últimos meses. “Serve de alerta para tantos motoristas que fazem esse trecho, extremamente perigoso, um show de imprudências, de desrespeito à sinalização, de excesso de velocidade e o resultado é, infelizmente, é isso: mortes, destruição, prejuízo, tristeza. Serão várias famílias que vão chorar hoje que seus filhos, seus maridos, seus parentes não vão voltar para casa”. “O que tá acontecendo hoje é aquilo para o qual a gente trabalha diuturnamente pra evitar que aconteça”, acrescentou.

A PRF trabalhou com três equipes no local da tragédia. O tráfego ficou interrompido até às 16:40h. Em uma das laterais, carros passaram.

Os corpos foram encaminhados ao IML em Sinop.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui.

Só Notícias/Editoria/Lucas Torres/Luan Cordeiro (fotos: Só Notícias - atualizada 20:05h)