Geral

Família de prefeito morta em acidente é velada em igreja em Marcelândia

Os corpos da primeira dama de Marcelândia, Etelvina Diamante (Tel) e os filhos Aline Filomena Diamante (13 anos), Adalberto Felipe Diamante, 12 anos, e Gustavo Diamante, 10 anos, e a secretária da prefeitura, Aparecida Cavalcanti Santos (Cidinha) estão sendo velados na Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição desde às 15:00hs. Mais de mil pessoas estavam em frente e no interior igreja aguardando a chegada dos corpos.

O prefeito Adalberto Diamante está inconsolável e a todo o momento é emparado por amigos e familiares. Lideranças políticas estaduais como o secretário estadual de Esportes, Baiano Filho, o presidente da Assembléia Legislativa, Silval Barbosa foram a Marcelândia manifestar condolências a Adalberto. Os prefeitos de União do Sul, Enio Alves, de Vera, José NIlton dos Santos e de Colíder, Celso Banazeski também compareceram, bem como vereadores de cidades da região.

O sepultamento dos três filhos e da esposa do prefeito será neste domingo, às 10:00hs. A secretária de gabinete, Aparecida Cavalcanti dos Santos, será trasladada para Londrina (PR) onde moram seus familiares. Ela estava junto com a primeira dama e seguia para Sinop onde buscaria seus dois filhos (12 e 8 anos) e sua mãe, que vieram de Londrina passar com Cidinha, como era conhecida, o Dia das Mães.

Foi decretado luto oficial de três dias em Marcelândia e as festividades do aniversário do município, semana que vem, foram canceladas.

Etelvina dirigia a caminhonete S-10 que acabou caindo no Rio 1001, a 40 km de Marcelândia. Todos os ocupantes morreram afogados. As causas do acidente são desconhecidas.