Geral

Exame avaliará sanidade de homem acusado de matar irmão a machadadas no Nortão

O juiz Roger Augusto Bim Donega autorizou a realização de uma exame para avaliar a sanidade do homem acusado de matar o próprio irmão em Carlinda (280 quilômetros de Sinop). Joarez da Silva Miranda, 43 anos, foi morto com golpes de machado, enquanto dormia em casa, no bairro Boa Vista. O crime aconteceu em maio deste ano.

O pedido de exame foi requisitado pela Defensoria Pública e o magistrado entendeu que há dúvidas sobre o estado de saúde mental do investigado. O juiz nomeou um médico perito que deverá responder a uma série de quesitos, como, por exemplo, se o acusado possuía, na época do crime, alguma enfermidade que causasse prejuízo à capacidade de entender o caráter “ilícito da conduta praticada”.

O médico ainda deverá indicar em dez dias o local da perícia, que deverá ser realizada em até 60 dias, após a intimação. O laudo deverá ser entregue em até 30 dias após o exame.

Conforme Só Notícias já informou, de acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais acompanhados de uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) constataram que Joarez estava em sua cama, sem vida e com a cabeça ensanguentada.

Na casa, também foi encontrado um machado com sangue. Com isso, o irmão dele acabou confirmando que acordou de madrugada e desferiu golpes com a parte de trás do machado na face dele, já que teria recebido ameaças há cerca de 8 dias. O suspeito foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil e, em seguida, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria/arquivo)