Geral

Doada área para construção da nova sede das promotorias em Alta Floresta

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, assinou, ontem, com uma empresa, a escritura pública de doação de terreno para construção da nova sede das promotorias em Alta Floresta. O imóvel tem aproximadamente 2,5 mil m². “Teremos oportunidade de construir um prédio com melhores condições para atendimento à sociedade, disponibilizando inclusive estacionamento. A população estará bem servida”, afirmou, Borges destacando que Alta Floresta foi promovida à entrância final. A sede atual está pequena e não tem mais espaço no imóvel para ampliação.

“Realmente como todo o estado, Alta Floresta cresceu e se desenvolveu, passando pelas fases de colonização, garimpo e pecuária. Com a chegada do agronegócio, está se tornando uma nova fronteira agrícola, daí a necessidade de expandir também a prestação de serviços”, avaliou o procurador-geral, que já foi promotor em Alta Floresta.

O coordenador das promotorias, Daniel Carvalho Mariano, o município cresceu muito a partir do ano 2000 e passou por um boom nos últimos oito anos. “Já comporta e necessita de mais um promotor de Justiça, bem como mais espaço para os promotores e suas equipes. Precisamos também de mais peritos porque, quanto mais a cidade se desenvolve, maior a necessidade de proteção na área ambiental e apoio ao produtor para que execute sua atividade sem preocupação de embargo. Além disso, precisamos de mais espaço para melhorar a proteção à população seja nas investigações criminais ou nos cuidados com a infância e juventude”, ponderou, através da assessoria.

Não foi informado quando começam as obras da nova sede da promotoria e o valor investido.

Só Notícias