Geral

DNIT restaura trecho de rodovia em Mato Grosso para ajudar no escoamento da produção agrícola

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes restaurou 86,5 quilômetros da BR-364, na região entre os municípios de Rondonópolis e Alto Araguaia (212 e 422 quilômetros de Cuiabá, respectivamente). A rodovia tem importância estratégica para o escoamento da produção do agronegócio e o desenvolvimento regional.

As equipes do DNIT executaram uma série de serviços neste corredor logístico da nos últimos três anos. Até agora, foram 29,7 quilômetros -, como a restauração completa do pavimento, o alargamento dos acostamentos, a sinalização do trecho e a roçada da vegetação às margens da rodovia, dentre outras ações que garantiram uma maior segurança e mais conforto aos usuários.

Já foram investidos R$ 82,4 milhões na restauração desses 86,5 quilômetros, Os serviços continuam, uma vez que o contrato prevê a revitalização de 112,9 quilômetros ao longo da rodovia.

A expectativa é que, ao todo, sejam investidos R$ 108,6 milhões na restauração da rodovia. Atualmente as melhorias seguem em ritmo acelerado, sendo realizadas próximo à cidade de Alto Garças.

Por este trecho da rodovia trafegam, por dia, aproximadamente seis mil caminhões pesados transportando grãos, de soja e milho, até o terminal ferroviário em Alto Araguaia, localizado a 415 quilômetros da capital Cuiabá.

Do terminal, as cargas são levadas para os portos Santos (SP) e depois embarcadas para o mercado internacional. Além disso, pela rodovia passam veículos de passeio e caminhões que escoam, por via terrestre, mercadorias até a região sudeste do país.

Atualmente todas as rodovias federais que cortam Mato Grosso contam com contratos de manutenção e, constantemente, as vias são avaliadas e monitoradas pelas equipes da Autarquia.

Dentro do estado, o DNIT é responsável pela manutenção de 4,2 mil quilômetros de patrimônio público de malha federal implantada (BR-070, BR-158, BR-163, BR-174, BR-242 e BR-364). Os serviços são realizados continuamente ao longo do ano, garantindo uma maior qualidade do pavimento sob a jurisdição federal.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)