Geral

Desembargadores concedem liberdade provisória de caminhoneiro acusado de matar outro com tiro no Nortão

Os desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Gilberto Giraldelli concedeu, ontem, o pedido de liberdade provisória ao caminhoneiro Darci Rocha, 70 anos. O voto do relator foi acompanhando por unanimidade pelos desembargadores Juvenal Pereira da Silva e Rondon Bassil Dower Filho.

Darci foi preso em flagrante acusado de ser o principal suspeito de matar, a tiros, o caminhoneiro Valdecir dos Santos, 49 anos, no pátio de um posto de combustíveis no município, no dia 20 de julho.

Ele está na cadeia de Peixoto de Azevedo respondendo por homicídio simples e porte ilegal de arma de fogo. No caminhão dele, encontrado em uma borracharia, os militares localizaram um revólver calibre 32, com uma munição e cinco deflagradas.

Conforme Só Notícias já informou, no dia 22 do mês passado, o juiz em substituição legal da Vara Única de Matupá, Diego Hartmann negou, reconsiderar pedido da defesa para soltá-lo.

Os advogados apontaram falta de estrutura médica para atender o preso que sofre hipertensão arterial, passou mal por mais de 40 minutos e que não havia médico da cadeia de Peixoto para fazer o atendimento necessário. O habeas corpus já havia sido analisado e negado pelo juiz Evandro Juarez Rodrigues, no dia 19 do mesmo mês.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Christiano Antonucci)