quinta-feira, 18/julho/2024
PUBLICIDADE

CRM aprova suspensão de médico acusado de vender atestados

PUBLICIDADE

Os integrantes do Conselho Regional de Medicina (CRM) aprovaram a suspensão do registro (interdição cautelar profissional) do médico psiquiatra Ubiratan de Magalhães Barbalho. Ele foi flagrado vendendo atestados médicos para policiais militares, em reportagem veiculada pelo Fantástico, da TV Globo. A votação, por unanimidade, foi realizada, ontem à noite. A suspensão é valida por seis meses

De acordo com a resolução do Conselho Federal de Medicina, tal procedimento é aplicado quando “o exercício profissional de médico cuja ação ou omissão, decorrentes de sua profissão, esteja prejudicando gravemente a população, ou na iminência de fazê-lo”.

Conforme Só Notícias já informou, a situação foi flagrada com uma câmera escondida e sem perceber que estava sendo investigado, ele revelou como acontecia o esquema. Ao conversar com uma policial, ele nem espera saber o que ela realmente tem para assinar “a receita”. “Eu vou colocar aqui: stress, ansiedade, depressão e dores físicas”, diz ele.

Devido a esta venda de atestados, o governo do Estado decidiu realizar uma grande auditoria nas mais de 2,2 mil licenças médicas concedidas a servidores públicos no último ano. O anúncio da “devassa” foi feito pelo governador Silval Barbosa (PMDB) durante reunião com representantes da Secretaria de Educação (Seduc) e Polícia Militar, onde há mais suspeitas sobre laudos fraudulentos assinados pelo médico psiquiatra.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Dados de satélite indicam redução no número de focos de calor em Mato Grosso

Dados do Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas...

Homem fica ferido em colisão entre carro e moto em Sinop

Um homem ficou ferido em um acidente no setor...

Coruja é resgatada em área de risco por morador de Sorriso

O filhote de coruja suindara (tyto furcata), também conhecida...
PUBLICIDADE