Geral

Criança morre afogada em piscina em Alta Floresta

Ontem, por volta de 17:30 horas, morreu a pequena Maria Eduarda, de 1 ano e 2 meses. A menina brincava na área da casa com o irmão, de 8 anos, enquanto a sua mãe, Mari fazia trabalhos domésticos no interior de residência. Em determinado momento o menino saiu de perto da irmã. Poucos minutos depois a mãe deu por falta da filha e pediu ao garoto que a procurasse. Ele foi para fora de casa e encontrou a menina boiando na piscina. Imediatamente chamou a mãe que pulou na piscina e resgatou o corpo de Maria Eduarda. A menina foi levada às pressas para um hospital particular mas, segundo informações repassadas por familiares, já chegou sem vida. Provavelmente Maria Eduarda tenha morrido dentro da psicina já que seu corpo estava todo arroxeado no momento da retirada da água.

A tragédia com a pequena Maria Eduarda não é a primeira em Alta Floresta. Há menos de dois meses outras duas crianças morreram afogadas, uma no bairro Renascer, afogada em uma fossa asséptica e outra que morreu afogada em uma banheira, deixando claro que os acidentes domésticos podem causar grandes traumas.