Geral

Corpo de Bombeiros Sinop atendeu mais de 2 mil ocorrências no 1º semestre

Terminou, na semana passada, o primeiro semestre do ano de 2005 e o Corpo de Bombeiros de Sinop fez um balanço das ocorrências atendidas nesse período. Conforme dados repassados ao Só Notícias, nos primeiros seis meses deste ano o número de ocorrências cresceu 12,68% em cima das registradas no mesmo período de 2004.

No total foram registradas 2.611 ocorrências em 2005 e 2.280 em 2004. Segundo o comandante do batalhão, major Atila Wanderley da Silva, esse aumento está dentro da previsão anual. “A cada ano a tendência é sempre aumentar o número de ocorrências e essa porcentagem ainda está dentro do acréscimo previsto, haja vista que o movimento na cidade, com a chegada de novos moradores, sempre é maior de ano para ano. Se fosse um número mais alto, seria motivo de preocupação”, disse ao Só Notícias.

Só Notícias apurou que apesar do aumento, o número de incêndios e acidentes de trânsito neste ano foi menor que no ano passado, sendo 69 incêndios em 2005 contra 72 em 2004; 443 acidentes em 2005 e 544 em 2004. Dos incêndios registrados este ano, foram 10 residenciais (18 em 2004), 10 comerciais (3), 7 industriais (13), 1 em órgão público (0), 6 em veículos (2), 20 em terrenos urbanos (27), 10 florestais (5) e 5 em serragens (4). Paralelo, foi feito o registro de 5 atendimentos por queimaduras neste ano e 6 ano passado.

Dos acidentes atendidos, 50 foram automobilísticos (82 em 2004), 290 motociclísticos (366) e 103 atropelamentos (96), como resultado 7 óbitos foram registrados. Também foram atendidas 10 pessoas feridas por arma de fogo (6 em 2004) e 25 por arma branca (13 em 2004).

Entre as demais ocorrências atendidas neste ano houve 8 tentativas de suicídio, 2 resgates de cadáver, 32 capturas de animal, 3 resgates de pessoa, 2 buscas de pessoa, 181 vistorias técnicas operacionais, 93 quedas de nível, 56 quedas de mesmo nível, 14 hemorragias, 8 envenenamentos, 194 mal súbitos, 35 partos de emergências e 7 afogamentos imediatos, neste caso, os bombeiros chegam no local da ocorrência e conseguem retirar a vítima da água ainda com vida.