Geral

Começam articulações para reforçar estrutura do Corpo de Bombeiros de Sinop

O comandante geral do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, coronel Ovídio José Brugnoli, pediu apoio do Poder Legislativo para que a prefeitura doe um terreno de aproximadamente 2m² mil para a construção de uma segunda unidade do batalhão.

O local onde hoje o 8º Batalhão está instalado dificulta na agilidade dos atendimentos prestados a população porque fica muito distante da área central da cidade, onde cerca de 70% das ocorrências são registradas. O comandante do batalhão de Sinop, major Átila Vanderlei da Silva, informou que com um quartel instalado no centro da cidade, o tempo resposta da guarnição seria menor, se comparado ao atual, que, dependendo da localidade, pode chegar a 10 minutos.

“Uma unidade a mais em Sinop só traria benefícios a população. Hoje, com o efetivo e com as viaturas que temos, não teríamos problema nenhum em dividir o grupo em dois”, salientou Átila. Essa nova unidade serviria de unidade técnica, de resgate e operacional com uma unidade de resgate (UR), uma para incêndio e uma para salvamento. A que já existe, na Rua João Pedro Moreira de Carvalho, seria transformada em um posto avançado, para atender as ocorrências dos bairros que fazem margem a BR-163 e dela em si e atenderia com uma UR.

Os recursos para a construção do prédio viriam do Governo Estadual, através do Corpo de Bombeiros. Hoje o efetivo do Batalhão de Sinop, instalado em 1999, através de parcerias entre o Sindusmad (Sindicato da Industrias e Madeireiras do Norte de Mato Grosso), Governo Estadual e Prefeitura Municipal, conta com 38 militares.

O coronel Brugnoli esteve ontem em Sorriso para acertos finais sobre a implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros no município, que deve inaugurar em maio deste ano.