Geral

Cidade no Médio-Norte decreta estado de emergência por causa dos incêndios

O município de Paranatinga (373 quilômetros de Cuiabá) decretou nesta terça-feira estado de emergência por causa dos prejuízos financeiros e à saúde causados pelas queimadas na região. Paranatinga é o quinto município a oficializar a situação de emergência em Mato Grosso.

O estado de emergência já foi decretado em Cuiabá, Chapada dos Guimarães (67 km ao norte da Capital), Novo São Joaquim (485 km a leste) e Canabrava do Norte (1.215 km a nordeste). Segundo registros do Instituto Nacional de Pesquisas (Inpe), apenas em setembro Mato Grosso teve mais de 8 mil focos de calor.

Desse total, Paranatinga lidera o ranking entre os municípios, com 450 focos de fogo. Na comparação entre os municípios de todo o país, Paranatinga está em sétima colocação.

A situação mais grave em Paranatinga é no Distrito de Santiago do Norte, a 160 km da zona urbana, o que dificulta o acesso dos profissionais para apagar o fogo. No Distrito, moradores do Assentamento Apronorte foram os mais afetados, com incêndio em propriedades inteiras e até uma família que perdeu inclusive a casa onde morava.

Mais de 5 mil hectares foram atingidos na região e o fogo atingiu fazendas e chácaras, matando animais e destruindo lavouras. A saúde dos moradores do Distrito também foi prejudicada por causa da fumaça intensa, que foi responsável pela suspensão temporária das aulas da escola na comunidade.

Só Notícias/Gazeta Digital