Geral

Ceprotec de Sinop irá atender mais de 3 mil pessoas este ano

Em clima festivo o Conselho Diretor da Unidade de Ensino Descentralizada de Sinop (500 quilômetros da capital) escola a Rede do Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica, tomou posse ontem à noite na sede da unidade. Dezenas de pessoas da sociedade civil organizada participaram do evento que foi animado com uma seresta do cantor Carlinhos Mato Grosso.

Durante o encontro a direção da Uned fez um breve relato do público atendido na unidade. Atualmente a escola oferece cinco cursos de formação inicial e continuada, são eles: comunicação com ênfase em inglês, hotelaria, atendimento ao cliente e gestão no varejo, assistente administrativo, operador de informática, comunicação e informação com ênfase em multimídia.

A Uned oferece ainda cinco cursos técnicos: Administração Rural, Enfermagem, Informática, Patologia Cliníca, e Segurança no Trabalho. Ao todo mais de 650 alunos freqüentam os cursos da Uned.

Segundo a diretora da Unidade, Leozenir Severo, o Conselho Diretor de Sinop, tem os mesmos componentes que havia quando ele tinha a denominação de Conselho Multi-institucional, quando a Uned ainda era Cenfor, Este conselho foi responsável pela elaboração e aprovação de 12 planos de curso e a execução de cinco deles em 2004. Depois que a unidade recebeu os novos servidores, técnicos administrativos e professores a diretoria da unidade reativou o conselho, que passou a se chamar Conselho Diretor, que já conhecia as demandas da cidade.

“Este ano já realizamos duas reuniões, mesmo sem os conselheiros terem tomado posse oficialmente, e aprovamos os planos de 22 novos cursos que devem ser oferecidos este ano, o que representará o atendimento a mais de 3 mil pessoas em Sinop”, anunciou a diretora.

Na Uned de Sinop, são 12 conselheiros representantes de vários segmentos da escola e da sociedade civil organizada, são eles: representantes da comunidade escolar, servidores da Uned, professores, da Secretaria de Ciência e Tecnologia, diretoria, e representantes de Federações patronais e de Trabalhadores da Indústria, Comércio e Agricultura do Município.

Na mesma noite foi eleita por aclamação a direção do conselho que é responsável pela condução dos trabalhos. A equipe reeleita foi: o presidente Vandersézar Casturino, representante dos docentes da unidade, o vice-presidente Francisco Antonio de Oliveira Filho, representante dos servidores técnicos administrativos, secretária Denize Helena Lazarin, representa também os docentes da unidade, e o secretário adjunto eleito Arivam Salustiano da Silva representa os técnicos da unidade.

Em discurso o presidente do Ceprotec, Luiz Fernando Caldart, explicou que os conselheiros serão responsáveis pelo planejamento e discussão da política de educação profissional da Unidade. “Esta é uma forma de começarmos a descentralizar as decisões da sede central e dar mais autonomia a escola”, designou.

O presidente revelou ainda que o trabalho da Uned de Sinop tem sido visto de maneira positiva pela população. “Este trabalho de parceria com a prefeitura e outros órgãos na execução de cursos mostra que o alcance do Ceprotec está aumentando”, disse.

Caldart informou ainda que este mês a Uned de Sinop passará por uma reforma e ampliação. “Já temos a garantia verbal do prefeito de que teremos um terreno maior para iniciar as obras de ampliação. A Câmara Municipal também nos assegurou que melhorará a iluminação pública nas proximidades. Em breve iremos também utilizar a rotatória que fica de frente para a unidade para trabalhar em um curso de jardinagem”, informou

Para a secretária Flavia Nogueira, o trabalho avançado do conselho diretor da unidade, coloca a Uned de Sinop à frente. “Esta escola precisa planejar agora para onde quer ir. Ela tem que ser boa, excelente em alguma área ou curso. Para que as pessoas possam procurar esta escola para estudar em uma área específica. Vamos ampliar laboratórios e oferecer financiamento para pesquisas. Por que esta uned tem que ajudar a solucionar os problemas de tecnologia que acontecem na cidade e para isso é preciso estudar e criar novas tecnologias”, defendeu.

Participaram da posse do conselho o presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso, Antonio Carlos Camacho, o superintendente de Educação Profissional Geraldo Grossi Júnior, a superintendente de Educação Superior Ilma Grisoste, e a representante da secretaria municipal de Sinop, Rosa Oliva.

Alunos da Uned de Alta Floresta (800 quilômetros da capital) participaram da aula inaugural dos cursos de formação inicial e continuada em atendimento ao público e em secretariado com o presidente do Ceprotec, Luiz Fernando Caldart, com a secretária municipal de Educação de Alta Floresta, Irene Duarte e a assessora pedagógica do Estado no município Vilma Vilela Schwingel,

Na mesma noite houve a posse aos membros do Conselho Diretor da unidade de Alta Floresta e eleição da mesa diretora, e que contou com a presença da secretária de Ciência e Tecnologia Flávia Nogueira, o presidente da Fapemat, Antônio Carlos Camacho, superintendente da Educação Profissional, Geraldo Grossi Júnior, da superintendente da Educação Superior, Ilma Grisoste e do diretor da Olaurildes Corrente.

No dia seguinte houve o Seminário de Avaliação e Revisão do Plano Estadual de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso. Além da equipe do sistema Secitec participaram do debate sobre o tema: o prefeito de Carlinda, Orodovaldo Antônio de Miranda, a prefeita de Alta Floresta, Maria Izaura Dias Alfonso, representantes de várias entidades da região, entre elas UNEMAT, Assessoria Pedagógica, UNED/AF, Secretária de Ação Social de Alta Floresta, Secretária de Educação de Carlinda e Paranaíta, de ONGs, Fundações, Clubes de Serviço, e Sindicatos.