Geral

Campanha busca reduzir acidentes durante o arranca safra em Mato Grosso

Uma das metas do projeto de educação para o trânsito, “Arranca Safra”, que será desenvolvido pelo Departamento Estadual de Trânsito e Mato Grosso (Detran), e seus parceiros, em Rondonópolis, será exatamente reduzir o número de acidentes nas Rodovias Federais em todo o Estado. “Os número são altos e precisamos urgentemente estancar o problema sob pena de gravar a situação”, disse o presidente do Detran, Moisés Sachetti, que vê na campanha excelente oportunidade de começar a mudar essa realidade.

O dirigente recebeu da Polícia Rodoviária Federal (PRE), os números de acidentes das principais Rodovias de Mato Grosso, que só neste ano de 2005, até março, já matou 59 pessoas. Já no ano passado foram mais de 220 mortes e centenas de feridos. “Foram motoristas, passageiros, pedestres e muita gente inocente que perderam suas vidas por causa da falta de conscientização de motoristas ou usuários das estradas”, disse ao receber o documento.

Sachetti não tem dúvidas de que o trabalho de prevenção, via educação, pode colocar fim ao quadro, uma vez que até agora se trabalhava com corretivos, o que nem sempre tinha efeito direto, sendo que a causa (imprudência), continuava fazendo vítimas.

O tratamento inicial do trauma chega a custar para o Estado e União, cerca de R$ 130 mil. “No entanto a recuperação e cura total é a mais cara chegando a R$ 500 milhões, e nós precisamos mudar essa realidade”, acrescenta o dirigente, propondo ainda a outros Detrans no Brasil que tomem a mesma iniciativa.

Moises Sachetti chama a atenção da sociedade de Rondonópolis ao problema e pede para que participe da campanha de prevenção. Sachetti também entende que se a sociedade auxilia em iniciativas públicas como é o “Arranca Safra”, ela mesma colherá os frutos do esforço comum, já que a economia resultará em investimentos em outros serviços públicos.

O programa “Arranca Safra” será lançado nesta sexta-feira (13.05), no Posto Trevão, em Rondonópolis. O local é parada obrigatória para motoristas que buscam apoio e continuidade da viagem, também é o encontro das BRs 364 e 163.