Geral

Aumenta mais de 60% número de acidentes aéreos com mortes em Mato Grosso

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) registrou, de janeiro até agora, 23 acidentes aéreos. Desses, 5 tiveram vítimas fatais. Em todo período do ano passado, ocorreram 17 acidentes e dois mortos.

Consta ainda no Sistema de Investigação que a perda de controle em voo é o acidente mais comum. Depois, aparecem perda de controle em solo, falha de motor em voo, problemas com trem de pouso, falha ou mau funcionamento no sistema de controle, estouro de pneu, colisão com obstáculos entre outros.

O último acidente ocorreu em Nobres (123 km de Cuiabá) no dia 24 do mês passado. O Embraer EBM-810 caiu numa área de plantio de uma fazenda, a cerca de 70 quilômetros do centro da cidade. O avião saiu de Santo Antônio do Leverger e seguia para Novo Mundo (291 quilômetros de Sinop). O acidente vitimou o empresário do setor de comércio de máquinas e proprietário da aeronave, Clésio de Paula Filho, de 58 anos, o advogado da empresa, Lucas Arrais Correia, de 30 anos, e o piloto Romilton Lima da Silva, de 30 anos.

Foi constatado, preliminarmente pelos policiais, que o avião estava carregado de peças de maquinários agrícolas. Com o impacto, a aeronave ficou com o trem de pouso para cima.

Redação Só Notícias (foto: divulgação/arquivo)