Geral

Acidentes mataram 222 pessoas na BR-163 no Nortão

O trânsito na BR-163 em Mato Grosso matou, entre 2006 e 2007, 222 pessoas e deixou outras 1.420 feridas. Esses números, que contribuem para que Mato Grosso lidere o ranking dos estados com o trânsito mais violento, foram apresentados pelo inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Ismael Vieira.

Vieira destacou que grande parte é ocasionada por situações iniciadas em vias urbanas, a exemplo dos que tem como causa o consumo de bebidas alcoólicas. Nos dois últimos anos, foram 2.379 acidentes envolvendo 3.887 veículos na BR-163.

Entre os apontamentos tirados na audiência pública, o deputado Mauro Savi, bem como o presidente do Detran, Teodoro Lopes, destacaram a necessidade de o Estado e os municípios trabalharem três frentes: sinalização, educação para o trânsito e punição dos infratores.

Essa transversalidade, segundo o diretor de Habilitação do Detran, André Paiva, é um dos instrumentos para diminuição das estatísticas alarmantes que apontam, segundo a Associação Brasileira de Medicina parar o Tráfego (Abramet), Mato Grosso com 32 mortes no trânsito a cada 100 mil pessoas, é, proporcionalmente, o campeão quando o assunto é morte no trânsito.

No entanto, a coordenadora do departamento de Educação para o Trânsito da prefeitura de Sorriso, Denise Esteves Stellato, aponta que aliada a essa educação, é necessária a conscientização dos adultos e o comprometimentos dos órgãos parceiros para mudar essa realidade. “A educação para o trânsito vai apontar resultados a médio e longo prazo. Por isso precisamos conscientizar os adultos, que são os atuais motoristas e responsáveis pelo trânsito”, ressaltou.

Os dados foram apresentados ontem, durante a audiência pública “educação para o trânsito”, em Sorriso.