Geral

3ºCongresso Espírita em Cuiabá terá 5 dos mais renomados estudiosos da doutrina

No período de 21 a 24 de abril, estima-se que mais de 2 mil pessoas participem do 3º Congresso Espírita de Mato Grosso que acontece a cada cinco anos em Cuiabá . O Congresso, que é promovido pela Federação Espírita de Mato Grosso, tem como tema Ciência e Religião, um dos mais polêmicos pontos discutidos pela sociedade. Para os espíritas, um dos objetivos da doutrina é justamente o de “resgatar o papel da espiritualidade na ciência, pois as leis que regem o mundo espiritual é o seu principal objeto de estudo”, disse Alírio de Cerqueira Filho, autor do livro Psicoterapia à Luz do Evangélico.

Durante quatro dias, no Hotel Fazenda, temas como espiritismo e educação, espiritismo e filosofia, poderes da mente, espiritismo e medicina e espiritismo e psicologia, serão debatidos por pessoas de diversas partes do Brasil, além das 49 casas espíritas mato-grossenses. Afinal, não se tem conhecimento de que reunisse esses cinco especialistas, num mesmo evento.

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2000 indica que 2% da população brasileira é espírita. Oficialmente, é um contingente de 4 milhões de pessoas, bem superior ao 1,6 milhão de 1991. Especialistas, porém, acreditam que os espíritas formam um rebanho maior do que revelam os números, se incluir os não declarados. Para a antropóloga Céres de Carvalho Medina, da PUC de São Paulo, autora da tese Antropologia e Religião, o número de espíritas no Brasil está próximo a 12 milhões.