domingo, 25/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Vasco perde e está quase eliminado do Campeonato Carioca

PUBLICIDADE

O Vasco está próximo de dar adeus ao sonho de ganhar o título do Campeonato Estadual. Neste domingo, o time foi derrotado pela Cabofriense por 3 a 2, no Estádio Alair Corrêa. Com o tropeço, o time segue com quatro pontos no Grupo B da Taça Rio, atrás de Botafogo, Friburguense e Volta Redonda. Já a equipe de Cabo Frio soma três pontos no Grupo A. Felipe Campos, Leandro e Joãozinho marcaram para os donos da casa, enquanto Marco Brito fez os dois do Vasco.
Muito desfalcado, o Vasco se mostrava muito apático nos primeiros minutos. O primeiro lance de perigo só veio aos 13, quando Ricardinho tabelou com Alex Dias e chutou cruzado, próximo à trave esquerda do goleiro Rodolpho. O lance acordou um pouco a torcida e o time do Vasco. Aos 15, Alex Dias cruzou da direita e o zagueiro da Cabofriense, Alexandre, cortou na pequena área, quando Gomes se preparava para marcar.

Jogando em casa, a Cabofriense também buscava o ataque quando tinha a posse de bola, apostando na habilidade dos atacantes Têti e Marcelinho. O time teve uma boa chance em uma cobrança de falta na entrada da área, mas Felipe Campos desperdiçou ao jogar por cima do gol.

A melhor oportunidade da etapa inicial, no entanto, foi perdida pelo Vasco. Aos 37, Claudemir cobrou falta e Rodolpho espalmou nos pés de Alex Dias que, na pequena área, conseguiu jogar por cima do gol. O mesmo Alex quase se recuperou aos 46 minutos, em uma cabeçada que assustou o goleiro adversário.

O Vasco voltou irreconhecível para o segundo tempo e sofreu forte pressão. Em dois minutos, o time de Cabo Frio chegou com perigo por três vezes. Na última delas, Cássio teve dificuldades para defender o chute cruzado de Têti.

Na primeira vez em que foi ao ataque, porém, o Vasco conseguiu abrir o placar. Aos sete minutos, após confusão na área da Cabofriense, a bola sobrou para Marco Brito, que chutou forte no canto direito de Rodolpho.

O empate da Cabofriense veio três minutos depois, com a ajuda do árbitro Luís Antônio Silva, que marcou pênalti em um cruzamento em que a bola tocou no braço de Coutinho, junto ao seu corpo. Na cobrança, Felipe Campos mandou para as redes.

Precisando dos três pontos, o Vasco foi novamente para o ataque e quase marcou o segundo aos 17 minutos, quando Alex Dias fez grande jogada individual e rolou para Róbson Luiz. Mesmo livre na área, o meia chutou para fora.

O time de São Januário acabou castigado aos 26 minutos, novamente em um erro do árbitro. Após cobrança de falta pela direita, a defesa do Vasco ficou parada observando Leandro, em impedimento, aparecer para virar a partida. Cabofriense 2 a 1.

Aos 34, Gomes foi puxado na área. Pênalti, que Marco Brito cobrou para marcar, apesar de Rodolpho ainda ter tocado na bola, antes dela entrar.

Quando imaginava que poderia brigar pela virada, o Vasco sofreu um duro golpe. Após bola mal rebatida pela defesa cruzmaltina, aos 41 minutos, Joãozinho acertou um belo chute de fora da área e garantiu a vitória da Cabofriense.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE