Esportes

Treinador do Sport Sinop discorda de expulsão após derrota contra o Luverdense

O Sport Sinop estreou, ontem, com derrota no Campeonato Mato-grossense diante do Luverdense, no estádio Passo da Emas. Após expulsão do atacante Robinson no início do segundo tempo, a Fera do Nortão acabou levando dois gols de cabeça. Apesar do começo com tropeço na competição, o técnico Charles Araújo elogiou o Verdão do Norte, mas ponderou que a expulsão foi determinante para o resultado.

“Sabíamos que seria um jogo difícil, o Luverdense tem uma camisa de tradição no estado e é uma equipe muito bem montada com jogadores que o professor Márcio trouxe de bons nomes. A expulsão definiu, foi uma situação de jogo e foram duas bolas paradas, mas eles estavam pressionando. Agora é levantar a cabeça, não tem nada perdido é uma estreia e temos que pensar no próximo jogo”, disse Charles, após o jogo.

Charles ressaltou ainda que o Sport Sinop seguia um plano de jogo, mas que a situação ficou difícil após perder um homem em campo. “Não tem jogo fácil, nossa equipe é muito competitiva e sabíamos o que íamos enfrentar aqui. Armamos uma estratégia de jogo e estava encaminhando para isso e dentro da situação do jogo ocorreu a expulsão. Agora é virar a página e pensar no jogo contra o Sorriso que só a vitória nos interessa”.

Personagem principal do jogo, o atacante Robinson foi expulso depois de duas entradas duras e ambas parecidas em disputas no jogo aéreo, mas de acordo com Charles, o juiz se equivocou na marcação. “Acho que ele tomou duas decisões erradas, os dois lances não foi nem para amarelo e nem para vermelho. Ele levou em consideração outras situações que já vinha nos bastidores e infelizmente não posso condená-lo porque é um ser humano que está ali para apitar o jogo e pode errar, mas acho que ele foi infeliz nesses dois cartões, pois foram duas disputas de bola”, afirmou.

O Sport Sinop agora terá dois dias para corrigir os erros e buscar na quarta-feira, no estádio Gigante do Norte, uma recuperação diante do Sorriso. Para o confronto, alguns novos jogadores podem aparecer à disposição da comissão técnica. “Os jogadores estavam tranquilos e jogando da maneira como a gente trabalhou durante a semana. Foram duas bolas paradas que ficamos bem chateados por ter treinado bastante. Sabíamos que seria um jogo truncado. A gente já vem trabalhando algumas peças e tem mais para entrar no BID (boletim informativo diário) para reforçar nossa equipe e acredito que temos que nos impor em casa”, finalizou.

Só Notícias/Kelvin Ramirez (foto: Ademir Júnior/assessoria)