Esportes

Treinador do Luverdense não acredita em favoritismo do Cuiabá no mata-mata do Estadual

O treinador do Luverdense Esporte Clube, Toninho Pesso, declarou que não vê o Cuiabá, líder isolado da primeira fase do Campeonato Mato-grossense, como favorito no confronto pelas quartas de final da competição. O primeiro jogo entre as equipes estava previsto para o próximo sábado, às 19h, no Passo das Emas, e o duelo de volta está marcado para o dia 25, às 19h30, na Arena Pantanal. No entanto, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) decidiu na tarde desta quarta-feira suspender imediatamente, e por tempo indeterminado, o campeonato,

“A única vantagem que o Cuiabá tem é de jogar o segundo embate em casa. Dois empates levam para pênaltis. É um jogo normal, um clássico com duas das maiores equipes de Mato Grosso e não vejo favorito. Vamos nos preparar bem durante a semana para chegar no sábado e fazer um grande jogo”, apontou Toninho.

Ainda de acordo com o técnico, com o Alviverde conseguindo escapar do rebaixamento, e consequentemente, garantindo vaga à próxima fase “tiramos a tensão que existia sobre os jogadores e a partir de agora começa um novo campeonato”, analisou.

O Dourado segue sendo a equipe a ser batida no Estado. É atual tricampeão do Estadual (2017, 2018 e 2019), é o único representante de Mato Grosso na Copa do Brasil, assim como no Brasileiro da Série B, além de ter conquistado a Copa Verde do último ano.

O Luverdense, por outro lado, passou sufoco durante a primeira fase, e só afastou definitivamente o fantasma do rebaixamento na última rodada. Passou grande parte da competição amargando a zona de rebaixamento, somando apenas duas vitórias, dois empates e cinco derrotas. Inclusive, no confronto direto contra o Cuiabá na etapa de grupos, o LEC foi derrotado, em casa, por 1 a 0.

Sobre a partida que livrou o time da queda, Toninho destacou que “nós fizemos um grande jogo e com todo o respeito ao Mixto, fizemos 3, mas poderíamos ter feito 6, em face as grandes oportunidades que tivemos. Desde a minha chegada tínhamos jogado apenas uma vez aqui casa, no empate de 2 a 2 com o União, e depois fizemos três jogos difíceis fora. Aqui somos fortes”, completou.

Só Notícias/Luan Cordeiro e Altair Anderli, de Lucas do Rio Verde (foto:Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo -atualizada às 20h37)