Esportes

Presidente diz que Sinop não jogou por falta de regularização e critica treinador do Sorriso

O presidente do Sinop Futebol Clube, Agnaldo Turra, informou, há pouco, ao Só Notícias, que houve problemas com a regularização dos atletas no boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para os campeonatos sub-15 e 17 e por isso os dois times não entraram em campo no final de semana para enfrentar o Grêmio Sorriso. O time sorrisense foi declarado vencedor por WO e ganhou três pontos em cada competição.

“Já havia adiaado por duas datas a abertura desse campeonato. Já havia até pensado em desistir, mas a diretoria e empresário resolveram assumir. Nós colocamos os meninos no BID, mas houve quatorze baixas, ou seja, colocou no pré-BID, a CBF conferiu os documentos e considerou não legíveis alguns documentos. Nove entraram e quatorze ficaram fora. Eu falei com o presidente da federação (Aron Dresch), falei com o Diogo (Carvalho) diretor de competição e falaram que se o Zambiasi (Irineu Zambiasi, presidente do Grêmio Sorriso) concordasse transferia para quarta-feira”, expôs Agnaldo Turra.

“O Zambiasi concordou, acontece que tem lá um treinador que acha que manda mais que ele (disse se referindo a Claiton Padilha). O cara resolveu vir e veio. Eles não estão errados uma vez que tinha marcado o jogo, mas por ser uma competição amadora, para dar oportunidade para novos talentos, poderia haver entendimento”, lamentou o presidente.

O treinador do Sinop, Willian Araújo, expôs que perder os três pontos “pode prejudicar o Sinop. O Sorriso é um adversário difícil de jogar na casa deles. Então, o fator casa era um ponto que estávamos querendo levar em consideração. Agora não temos mais está opção e temos que jogar para tentar reverter. Estamos sempre avaliando novos jogadores para melhor ainda mais a equipe.

Na primeira rodada, o Cuiabá Esporte Clube dominou as duas categorias. No Sub-15 venceu por 2 a 0 Dom Bosco. Já no Sub-17, a equipe do Dourado marcou 2  e o Dom Bosco descontou fazendo um gol,  ontem, na capital.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)