Esportes

Piloto do Nortão fica em 5º no Brasileiro de Motocross em Cuiabá

O pilto Jacques Pich, de Claudia (90m km de SInop) foi o mato-grossense que conseguiu melhor resultado na quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross realizada hoje, com cinco categorias na Lagoa Trevisan, em Cuiabá. Pich foi o quinto colocado na categoria MX3. Outros 4 pilotos do Nortrão participaram mas nãol obtiveram bons resultados. Cezar Augusto Zamboni, de Juína, chegou em terceiro em sua categoria.

Os resultados acirraram a briga pelo título nacional, que está sendo disputado em um circuito com oito etapas. As provas anteriores foram realizadas em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No total, 16 mil pessoas prestigiaram o evento.

Com o saldo de três vitórias em quatro etapas, o piloto catarinense João Paulino da Silva Júnior, o Marronzinho, continua na liderança da MX1. Ele cruzou a linha de chegada em primeiro, na frente de Roosevelt Freitas e Massoud Nassar, ambos de São Paulo.

As estratégias de Marronzinho, que já previa a possibilidade de largar em desvantagem, deram certo. “Eu e o meu pai tínhamos esta prova na cabeça e colocamos as duas possibilidades: de largar na frente e de ficar para trás no início – que foi o que aconteceu. Tínhamos combinado de eu me concentrar e permanecer sem forçar até os 15 minutos. Depois disso, comecei a atacar e acelerei até o final. Não me senti cansado em nenhum momento”, explicou. “A moto esteve perfeita, não deu nenhuma falha. Agora, espero manter ou ampliar ainda mais a minha vantagem no campeonato”, concluiu Marronzinho.

Com a segunda colocação na 65cc, o goiano Everaldo Rodrigues assumiu a liderança da competição. Quem venceu em Cuiabá foi o paulista Hector Assunção, que pulou da sétima para a terceira colocação geral. “Estou muito feliz por estar entre os primeiros. Vou treinar bastante para ir bem nas próximas etapas, porque ainda sonho com o título”, avisou Hector, líder da prova do início ao fim. Douglas Santos, que estava na ponta, desceu para a segunda posição. Ele chegou em nono lugar na quarta etapa.

Na MX3, o catarinense Milton Becker, o Chumbinho, continua em situação confortável. Ele manteve os 100% de aproveitamento com a quarta vitória consecutiva, liderando a corrida do início ao fim. “Além do calor, a pista de areia é muito técnica e difícil de pilotar. Espero continuar indo bem nas próximas etapas”, declarou Chumbinho. Em segundo lugar, ficou Rogério Nogueira. A colocação fez com que o paulista subisse degraus na classificação geral, indo da quinta para a segunda posição.

A categoria MX2 foi vencida por Marcello Ferreira “Ratinho”, seguido pelo rondoniense Rodrigo Selhorst e pelo paulista Wellington Garcia. Os resultados desta prova estão sob julgamento, já que os pilotos Rafael Zenni, atual líder do campeonato, e Rafael Fonseca foram desclassificados. Ambos chegaram atrasados no Parque Fechado e entraram com recursos. Caso os resultados sejam oficializados, Ratinho assume a ponta.

“Foi uma prova muito boa para mim”, disse Ratinho, que soube administrar a vantagem após quedas de seus adversários. “O Rodrigo e o Wellington estavam na minha frente, mas caíram. Consegui passar na frente a administrar a vantagem até o final. Vamos ver se eu consigo ser campeão este ano”, continuou o piloto.

A 85cc não sofreu alterações nas primeiras colocações do Brasileiro. O líder Thales Villardi venceu a prova. “A pista exigiu muito preparado físico e eu consegui achar um bom traçado para não me cansar”, contou o paulista. Anderson cidade, vice-líder de Santa Catarina, chegou em segundo.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross acontece nos dias 2 e 3 de julho em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Resultados da quarta etapa

MX3
Milton Becker
Rogério Nogueira
Alberto Maschio
Júlio César Xavier
Jaques Pich (piloto de Claudia, Mato Grosso)

65cc
Hector Assunção
Everaldo Rodrigues
Cezar Augusto Zamboni (Piloto de Juína )
Endrews Armstrong
Gustavo Vieira Bona

85cc
Thales Villardi
Anderson Cidade
Lucas Stein Cattoni
Gustavo Pereira
Raphael Rejes

MX2 (Resultados sob julgamento)
Marcelo Lima
Rodrigo Selhorst
Wellington Garcia
Lucas de Moraes
Cristopher Castro

MX1
João Marronzinho
Roosevelt Freitas
Massoud Nassar
Douglas Parise
Rodrigo Siqueira