quinta-feira, 29/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Piloto de Mato Grosso disputa domingo 1ª etapa do Brasileiro da Stock Car

PUBLICIDADE

O piloto Mato-grossense Reck Júnior já está em São Paulo, onde, a partir de amanhã, começa os treinos livres da primeira etapa do Brasileiro da Stock Car V8. Vice-campeão da Light na temporada passada, agora o piloto vai defender as cores do Estado, acelerando pela MT Racing, equipe genuinamente mato-grossense.

Antes de entrar na pista do autódromo de Interlagos, o carro de número 45 – que será pilotado por Reck – passou por um teste no dinamômetro de rolo, que verifica a potência do motor ao solo. O aparelho simulou situações reais de pista, o que proporcionou ao engenheiro Ernesto Morando e ao mecânico Ricarte Mello visualizarem melhor o rendimento final que a a máquina terá durante a prova.

A medida adotada pelo piloto mato-grossense foi preventiva. Como nos treinos coletivos realizados entre os dias 13 e 14 de abril, em Interlagos, o carro apresentou problemas de falha no motor e não rendeu o esperado, Reck decidiu investir um pouco mais e saber o que terá nas mãos. A atitude pode evitar quebras inesperadas na abertura do campeonato.

“Uma série de itens consome a potência do motor. Com o dinamômetro, foi possível observar a perda real na transferência até as rodas. Normalmente essa variação fica entre 8 e 10%. Com a troca do diferencial e outros ajustes, podemos retomar essa diferença”, exemplificou Morando.

A MT Racing entra na disputa com 30% do orçamento das grandes equipes da Stock Car V8, que variam de R$ 2 a 3,5 milhões. Se compararmos com a Fórmula 1, pode-se dizer, que Reck Júnior (Case) vai correr com a estrutura da Minardi. “Sabemos que a nossa estréia na V8 foi antecipada em consequência dos resultados conquistados no ano passado. Mas estamos com os pés no chão. O nosso objetivo é estreiar bem e crescer solidamente ao longo da temporada”, disse o piloto.

Disputar a principal categoria do automobilismo brasileiro será uma experiência nova para toda a equipe de Mato Grosso, que espera suprir a diferença financeira com amor à camisa, talento e criatividade na montagem e ajuste do carro. “Em 2004, essa fórmula deu certo na Light. Se conseguirmos aprimorar a receita, a equipe genuinamente mato-grossense, montada para esta temporada, pode surpreender”, enfatizou José Carlos Martins, o Karlão, chefe de equipe.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Seguem abertas inscrições gratuitas para escolinhas esportivas em Sinop

Estão abertas as inscrições para novas turmas de iniciação...

Cuiabá conhece adversário das oitavas na Copa Verde

Bicampeão da Copa Verde, o Cuiabá conheceu o seu...
PUBLICIDADE