Esportes

Palmeiras vence Mirassol e mantém invencibilidade no Paulistão

Indiscutivelmente, o Palmeiras é o melhor time do país neste momento. Único clube entre os 20 da elite do Campeonato Brasileiro a seguir 100%, o Verdão nem precisou apresentar um grande futebol para conquistar seu sexto triunfo pelo Campeonato Paulista. Com gols de Borja e Dudu, de pênalti, o Palestra bateu o Mirassol por 2 a 0.

A formação alviverde esta tão acertada neste início de temporada que, até com o time aparentemente desinteressado no jogo, a vitória vem sem muitos problemas. Às vezes, como um bom time precisa ter, com uma pitada de sorte.

Aos 21 minutos, Rodolfo finalizou e Jailson fez uma grande defesa, mas deu rebote na pequena área. Na sequência, o atacante tocou para Douglas Baggio, que finalizou sem goleiro, mas Lucas Lima salvou em cima da linha. Dois minutos depois, o meia foi decisivo no ataque.

Borja disputou bola com Edson Silva na intermediária e ela sobrou para Lucas Lima. O meia tocou de primeira para o colombiano, que invadiu a área e finalizou por entre as pernas do goleiro Fernando Leal para inaugurar o marcador.

Mesmo atrás do placar, o Mirassol não mudou sua estratégia na partida. Prova disso foi a entrevista do zagueiro Edson Silva no intervalo: “Para nós, (o gol do Palmeiras) não muda nada”. E de fato, não mudou.

O Alviverde se manteve soberano em campo, mas seguiu com dificuldades para criar jogadas de perigo. A situação só melhorou com as entradas de Keno e Gustavo Scarpa, que ocuparam as vagas de Willian, improdutivo, e Lucas Lima, que não apareceu tanto, mas fez boa partida.

Em uma boa troca de passe no meio-campo entre Dudu, Felipe Melo e Tchê Tchê, o camisa 8 deu linda enfiada para Borja, que, em uma “diagonal curta”, termo tão utilizado por Roger Machado, foi derrubada na área. Flávio César de Oliveira anotou a penalidade e, mesmo com o colombiano pegando a bola, foi Dudu quem converteu a cobrança e fechou o placar.