Esportes

Palmeiras sai na frente do Sampaio pela Copa do Brasil

O Palmeiras deu seu primeiro passo para chegar às quartas de final da Copa do Brasil. Em uma partida irregular do Verdão, um frango do goleiro Andrey aos 46 minutos do segundo tempo garantiu a vitória alviverde sobre o Sampaio Corrêa, por 1 a 0 no Estádio Castelão. Moisés anotou o tento palestrino.

O resultado dá ao Palmeiras o direito de jogar por um empate, na próxima quinta-feira, no Allianz Parque, para avançar às quartas de final. O Sampaio Corrêa precisa de uma vitória por um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis. Um triunfo por dois ou mais gols dá a vaga ao clube do Maranhão.

O Palmeiras terminou o primeiro tempo com 66% de posse de bola, mas esta foi a única estatística positiva do Verdão em toda a etapa inicial. Vendo o Sampaio Corrêa recuado em campo, Felipão apostou na saída de três, com Felipe Melo, único titular em campo, entre os zagueiros para iniciar as jogadas.

O volante palestrino se destacou com boa saída de bola, mas não foi o suficiente para levar o Verdão ao ataque. A equipe visitante apostou mais da metade de suas jogadas pelo lado esquerdo, com Carlos Eduardo. O atacante, porém, desperdiçou a única oportunidade criada pela equipe, em enfiada de Lucas Lima.

Sem ser sufocado, o time da casa se soltou gradativamente. Em cobrança de escanteio aos 31 minutos, Salatiel só não marcou porque errou o cabeceio em lance que teve Fernando Prass saindo mal e socando o ar.

Com 36 jogados, Hyoran arriscou cobrança de falta, mas Andrey foi buscar e a bola ainda bateu na trave antes da zaga mandante afastar. No intervalo, Felipão sacou Arthur Cabral e colocou Deyverson em campo, mantendo Borja entre os reservas.

Diante de um Palmeiras sem criar e errando muitos passes no meio-campo, o Sampaio Corrêa se arriscou no ataque. Na etapa final, Cleitinho só não marcou um belo gol porque parou Fernando Prass. O goleiro, porém, pouco depois, saiu mal da meta novamente e quase permitiu o primeiro gol da Bolívia Querida.

Com 20 jogados, Felipão decidiu lançar mão de seu principal jogador. Dudu entrou na vaga de Hyoran, mas não conseguiu melhorar o sonolento Alviverde, que seguiu pecando na velocidade e nos erros de lançamento.

O empate parecia decretado no Estádio Castelão, mas aos 46 minutos do segundo tempo, o goleiro Andrey colaborou para que o Palestra chegasse à vitória. De muito longe, Moisés arriscou cobrança de falta, o chute não saiu tão forte e a bola veio fácil para a defesa do goleiro maranhense, que falhou feio e aceitou o lance.

Gazeta Esportiva (foto: Cesar Greco/SEP)