Esportes

Palmeiras e Corinthians decidem hoje à tarde título do Campeonato Paulista

É hora da decisão. Neste sábado, às 16h30 (Brasília) no Allianz Parque, Palmeiras e Corinthians disputam o segundo jogo da final do Campeonato Paulista. Independente do resultado, o Derby mascará história: ou o Alviverde vence e encerra o tabu de 12 anos sem título estadual, ou o Alvinegro se sagra tetracampeão de forma inédita.

Após empate por 0 a 0 no jogo de ida, na Arena, as equipes precisam de uma vitória simples para colocar as mãos na taça. Em caso de qualquer empate, a decisão vai para os pênaltis. O campo palmeirense terá portões fechados devido à pandemia do coronavírus.

Invicto no Aliianz Parque na temporada, com seis vitórias e um empate, o Verdão busca sair da fila no Estadual. O time não conquista o troféu desde 2008, justamente quando Vanderlei Luxemburgo era o comandante alviverde. O técnico, inclusive, apresenta retrospecto favorável quando o assunto é Derby: três título em três finais contra o Timão.

Por outro lado, o ano de 2020 não vem sendo bom para o clube em clássicos. Até o momento, o time sequer marcou gols nos embates, com tês empates por 0 a 0 e uma derrota por 1 a 0, justamente contra o Alvinegro na 11ª rodada.

Para este sábado, Luxemburgo optou por manter a sua preparação em sigilo, A grande dúvida é se o zagueiro Felipe Melo estará apto a jogar. O defensor de 37 anos lesionou a coxa direita diante da Ponte Preta, na semifinal, e desde então passa por tratamento, desfalcando o time no jogo de ida.

A princípio, a escalação do Palmeiras deve ser a mesma que a do jogo de ida, com: Weverton; Marcos Rocha, Luan (Felipe Melo), Gustavo Gómez e Viña; Ramires, Gabriel Menino e Patrick de Paula; Rony, Luiz Adriano e Zé Rafael (Willian).

Reforço para a primeira partida e uma das principais novidades do elenco para este ano, o lateral-esquerdo Matías Viña destacou a vontade dos jogadores palmeirense para conquistar o título: “É um sonho poder disputar uma final, todo jogador quer sair campeão. Vamos dar o nosso máximo e ainda mais em busca do nosso objetivo”, disse aos canais oficias do clube.

Para este sábado, Luxemburgo optou por manter a sua preparação em sigilo, A grande dúvida é se o zagueiro Felipe Melo estará apto a jogar. O defensor de 37 anos lesionou a coxa direita diante da Ponte Preta, na semifinal, e desde então passa por tratamento, desfalcando o time no jogo de ida.

A princípio, a escalação do Palmeiras deve ser a mesma que a do jogo de ida, com: Weverton; Marcos Rocha, Luan (Felipe Melo), Gustavo Gómez e Viña; Ramires, Gabriel Menino e Patrick de Paula; Rony, Luiz Adriano e Zé Rafael (Willian).

Reforço para a primeira partida e uma das principais novidades do elenco para este ano, o lateral-esquerdo Matías Viña destacou a vontade dos jogadores palmeirense para conquistar o título: “É um sonho poder disputar uma final, todo jogador quer sair campeão. Vamos dar o nosso máximo e ainda mais em busca do nosso objetivo”, disse aos canais oficias do clube.

“Primeiro temos que conquistar (o título). Não adianta a gente ficar falando o que pode acontecer antes mesmo de jogar, de ser campeão”, ponderou Cássio em entrevista coletiva virtual realizada nesta sexta-feira.

“Vai ser um jogo difícil, lógico que vamos em busca de mais um título. Sabemos a dificuldade de jogar fora de casa, mas nossa confiança, mentalidade e fé é de ir lá e buscar o título. Nos outros anos falaram várias coisas sobre o nosso time e nós conseguimos o título com méritos”, completou.

Tiago Nunes não deverá mexer no time que iniciou os primeiros 90 minutos da decisão. A única dúvida fica por conta de Cantillo, que está recuperado e voltou a entrar em campo na quarta-feira. Por outro lado, Éderson vem formando dupla sólida com Gabriel e marcou três gols nos últimos quatro jogos.

Assim, o Timão deverá ir a campo com: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos; Gabriel, Éderson (Cantillo), Luan e Ramiro; Mateus Vital e Jô.

Gazeta Esportiva (foto: Rodrigo Coca/assessoria)