Esportes

Mixto rescinde contrato de volante que chegou em março e jogou uma partida

A instabilidade do Mixto fora de campo, que está rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Mato-grossense do ano que vem e que está sem presidente, atinge também os jogadores. A vítima mais recente foi o volante Alexsandro, que chegou em março para reforçar o grupo e tentar escapar da degola. Ele foi dispensado e na sexta-feira (19) passada teve a formalização da demissão publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de futebol (CBF).

Alexsandro chegou em março junto com outros três atletas para disputar o último jogo da primeira fase, diante do Luverdense, e tentar livrar o alvinegro do rebaixamento. Não deu certo. O volante jogou 50 minutos e não evitou a derrota por 3 a 0.

O Tigre vive um ano complicado. Além da crise causada pela pandemia do novo Coronavírus, o time está sem presidente desde junho, quando Walter Hudson Fernandes renunciou ao cargo. Agora, conforme Só Notícias informou, o ex-presidente Paulo César ‘Gatão’ comanda o processo eleitoral, marcado para 18 de julho, e, de maneira revolucionária, cogita abrir a votação para torcedores.

Só Notícias/ Marco Stamm (foto: arquivo/assessoria)