Esportes

Mato-grossense começa com Tribunal de Justiça Desportiva ainda sob intervenção

Daqui a uma semana, o Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão deste ano começará a ser disputado. O ingrediente especial do torneio regional é a presença do Cuiabá na elite do futebol brasileiro a partir de maio, quando iniciará o Brasileirão da Série A.

Contudo, o Estadual terá o seu pontapé inicial sem a existência da composição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), órgão responsável em julgar os casos disciplinares e automaticamente o regulamento da disputa.

Desde setembro de 2019, o tribunal local está sob intervenção do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), instância máxima na área desportiva no Brasil. Desde então, é no Rio de Janeiro que os casos disciplinares e jurídicos relacionados ao futebol mato-grossense são julgados.

Sob responsabilidade da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) para a indicação dos membros indicados por instituições como Ministério Público Estadual (MPE) e Ordem dos Advogados do Brasil, o TJD sofreu intervenção após imbróglio envolvendo o atual presidente da entidade Aron Dresch que, na época, teria sido afastado por 120 dias em caso envolvendo o União de Rondonópolis. Na época, o tribunal era presidido por Jorge Miraglia Jaudy.

A Gazeta (foto: assessoria)