domingo, 26/maio/2024
PUBLICIDADE

Luverdense e Cuiabá estreiam no dia 2 de junho na Série C

PUBLICIDADE

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, esta tarde, a tabela do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série C. Vinte times estão distribuídos em dois grupos. Luverdense e Cuiabá ficaram no A, junto com Águia de Marabá (PA), Baraúnas (RN), Brasiliense (DF), Fortaleza (CE), Sampaio Corrêa (MA), Santa Cruz (PR) e Treze (PB). O Alviverde estreia no dia 2 de junho, contra o Santa Cruz, fora de casa. Já o Dourado pegará o Treze, na mesma data, no estádio presidente Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá.

Os times que formam o grupo B são Betim (MG), Caxias (RS), CRAC (GO), Duque de Caxias (RJ), Grêmio Barueri (SP),Guarani (SP), Macaé (RJ), Madureira (RJ), Mogi Mirim (SP) e Vila Nova (GO). Eles também estreia dia 2 de junho.

A CBF aponta que, na primeira fase, os times jogam entre si em cada grupo. No entanto, apenas quatro se classificam em cada para a fase seguinte. A segunda etapa é no formato de “mata-mata”, com jogos de ida e volta. Em seguida, serão realizadas as semifinais e as finais, nos dias 17 e 24 de novembro. Pelo regulamento, os quatro clubes que chegarem a semifinal já garantem acesso a Série B do próximo ano.

Na edição passada, o Luverdense chegou as quartas de finais da competição, mas acabou sendo eliminado pelo Chapecoense (SC), que no jogo de volta perdeu por 1 a 0. No entanto, como havia vencido a primeira partida por 3 a 0, garantiu o acesso a Série B. Já o Cuiabá, que fez uma campanha regular, acabou brigando para se manter na Série C contra o Salgueiro (PE). O que conseguiu em um empate de 2 a 2, nas oitavas de final, com vantagem no saldo de gols.

O Oeste (SP) sagrou-se campeão da Série C vencendo, em casa, em Itápolis, o Icasa (CE) por 2 a 0. Os gols foram marcados por Wanderson, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Dezinho que aumentou a diferença aos 20 minutos da segunda etapa. A primeira partida, em Juazeiro do Norte, terminou empatada em 0 a 0. Assim como Chapecoense e Paysandu (PA).

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE