Esportes

Internacional perde para o CSA em Alagoas e vê G6 em risco no Brasileirão

Na noite desta quarta-feira, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional visitou o CSA em Alagoas e acabou derrotado por 1 a 0. Mesmo com o domínio da partida, os gaúchos criaram não foram efetivos nas oportunidades criadas e foram castigados com um gol de pênalti, marcado por Jonatan Gómez, na segunda etapa.

Com o resultado, o Colorado estaciona nos 38 pontos e, de quebra, pode ver perder a vaga no G6, já que o Bahia ainda joga na rodada. A equipe soma agora quatro partidas seguidas sem vitórias. Por outro lado, a vitória foi importantíssima para o CSA, que chega aos 25 pontos e sai momentaneamente da zona do rebaixamento.

As duas equipes já voltam a campo neste final de semana. O CSA visita o Goiás, no Serra Dourada, neste sábado, às 17h. Já o Internacional tem duelo neste domingo, às 16h, contra o Santos, no Beira-Rio.

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Internacional foi quem dominou as ações do primeiro tempo. Os comandados de Odair Hellmann tiveram a bola durante a maior parte do tempo, mas tinham dificuldade para infiltrar na zaga alagoana.

O CSA, por outro lado, tentava escapar na velocidade pelos lados com as transições rápidas de Apodi e Bustamante, mas Marcelo Lomba também pouco trabalhou.

O Colorado teve a primeira grande chance na finalização de Rodrigo Lindoso, aos 19 minutos, mas a bola explodiu na trave. Empolgado com a oportunidade, a equipe até balançou a rede duas vezes, aos 26 e aos 35, mas em ambas Guilherme Parede estava em posição irregular.

Na segunda etapa, o Inter continuou com mais posse de bola, mas com pouca objetividade. A partida estava morna, até que aos 20 minutos o árbitro Vinicius Furlan marcou pênalti de Uendel em cima de Dawhan. Na cobrança, Jonatan Gomez bateu firme no cantinho e abriu o placar para o CSA.

O técnico Odair Hellmann até tentou colocar o Inter ainda mais para o ataque, colocando Wellington Silva no lugar do lateral Uendel. Apesar de seguir em cima, o Colorado apenas circulou a bola na intermediária, sem criar grandes oportunidades até o final.

Gazesta Esportiva (foto: arquivo/ Ricardo Duarte/assessoria)