quinta-feira, 22/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Internacional perde para Botafogo: 2 a 0

PUBLICIDADE

O Botafogo visitou o Internacional na tarde deste domingo no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, venceu por 2 a 0 e quebrou um tabu que já durava 13 anos. Desde 1992, quando bateu o Atlético-PR por 3 a 1, que o Alvinegro carioca não vencia numa estréia no Campeonato Brasileiro. César Prates e Túlio fizeram os gols do jogo.
O primeiro tempo começou muito lento, com os dois times se estudando. Mais ofensivo, o Internacional encontrava dificuldades para criar boas jogadas, insistindo muito nas jogadas aéreas. Numa delas, aos quatro minutos, Jorge Wagner cobrou falta e Fernandão cabeceou para boa defesa do goleiro Jefferson.

O Botafogo adotava uma postura muito defensiva, errando muitos passes e tendo como único mérito saber conter o ímpeto do Internacional, que seguia insistindo pelo alto. Fernandão, um perigo nas cabeçadas, quase abriu o placar aos 17, após cruzamento de Diego. A bola passou sobre o gol.

Sem encontrar resistência para adiantar a sua marcação, o Inter se posicionou mais ofensivamente e começou a criar boas jogadas. Aos 21 minutos, Fernandão lançou Souza, que invadiu a área e chutou para fora.

Com a sua postura defensiva, o Alvinegro só conseguiu criar uma chance aos 26 minutos, quando César Prates cruzou da direita, Ramon dominou e chutou para a defesa do goleiro Marcelo. O lance mostrou ao Colorado que não podia avançar deixando espaços ao adversário, o que acabou por fazer o jogo cair ainda mais de qualidade.

Aos 43 minutos o Botafogo teve um gol bem anulado. Ramon tabelou com Márcio Gomes, que cruzou para o complemento certeiro de Caio, que estava impedido no lance.

Assim como no primeiro tempo o Inter voltou para a etapa final melhor em campo, pressionando. Com Fernandão e Jorge Wagner buscando as tabelas e Souza e Diego se movimentando bem, as dificuldades para a defesa alvinegra aumentaram. Porém o Colorado tinha pouco poder de penetração.

Já o Botafogo buscava os contra-ataques e conseguia criar alguns problemas para a defesa colocara, como aos 11 minutos, quando Scheidt aproveitou confusão na área e chutou para boa defesa de Marcelo. O lance animou o Botafogo, que abriu o placar aos 18 minutos. Túlio puxou contra-ataque e foi derrubado na meia-lua. César Prates cobrou a falta com perfeição e a bola morreu no ângulo de Marcelo.

O gol fez o Inter se lançar em busca do empate e o Colorado pressionou ainda mais o Botafogo. Hora do goleiro Jefferson aparecer, evitando em dois lances seguidos o gol do Inter, em chances perdidas por Fernandão e Gustavo. Porém a pressão adversária se tornava cada vez mais perigosa para o Alvinegro. Nos contra-ataques o Botafogo assustava. Aos 31, Marcelinho invadiu a área sozinho, mas foi displicente na conclusão. Marcelo defendeu. Porém nada igual ao trabalho que Jefferson vinha tendo. Aos 33 ele teve que se esticar todod após cabeçada de Fernandão.

Porém o Colorado foi cada vez dando mais espaço ao Botafogo, que se aproveitou para ampliar aos 35 minutos. Marcelinho cruzou, Alex Alves escorou na trave, e depois, no rebote, Marcelo salvou. Porém Túlio, com muita raça, disputou a bola com o goleiro e tocou para o fundo da rede. Novamente o Inter se lançou ao ataque, mas dessa vez muito desorganizado e dando muito espaço ao Botafogo, que quase ampliou aos 41, quando Juca arriscou o chute e o goleiro defendeu.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

União Rondonópolis perde para Atlético e está fora da Copa do Brasil

O União está eliminado da Copa do Brasil. Há...

Equipe da Paraíba marca duas vezes no final e elimina Cruzeiro na Copa do Brasil

O Cruzeiro encerrou nesta quarta-feira, de maneira precoce, a...
PUBLICIDADE