segunda-feira, 26/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Em casa, Leão desafia a falta de arranque do Palmeiras

PUBLICIDADE

Após brilhar na sua estréia no Palmeiras, quando levou o time à primeira vitória fora de casa neste Brasileiro, ao vencer o Figueirense por 4 a 1, em Florianópolis, Emerson Leão terá neste domingo outra difícil missão na competição: a de justificar no Parque Antarctica a fama de “técnico da arrancada” obtida no São Paulo.

Para isso, precisa bater o Atlético-MG, passando assim por cima do tabu que atinge o time alviverde nesse Nacional após 13 rodadas: não vencer dois jogos seguidos. O confronto contra o clube mineiro, que também já foi dirigido por Leão, começa às 16h.

“Quero ter aqui [no Palmeiras] o mesmo espírito vitorioso que conquistei nos outros clubes pelos quais passei”, disse o técnico, que após ter ganho na estréia fez seu novo time ir aos 16 pontos.

Quando substituiu Cuca no São Paulo no Nacional-04, Leão obteve uma vitória e quatro empates seguidos, que ajudaram o time a ter uma ascensão considerável no torneio. Tanto que terminou em terceiro lugar e conquistou uma vaga para a Taça Libertadores deste ano. No Paulista, o arranque veio logo de cara –cinco vitórias nos primeiros cinco jogos.

“A seqüência de vitórias é imprescindível para quem quer ser campeão”, disse o meia Pedrinho.

Para repetir no Parque Antarctica a guinada que obteve no clube do Morumbi –que nesta temporada, além de colher o título paulista com Leão, fez quatro jogos sem derrotas sob seu comando na vitoriosa campanha na Libertadores–, o treinador mantém o conhecido estilo disciplinador.

Ao saber que o goleiro pentacampeão Marcos, com dores no pulso esquerdo, estava desmotivado, Leão e o departamento médico decidiram juntamente com o atleta afastá-lo. Sérgio fará o segundo jogo como capitão.
Depois foi a vez de Leão enquadrar o zagueiro paraguaio Gamarra, que no seu entender está “gordinho” e sem ritmo de jogo. Mesmo assim, o defensor está mantido como líbero.

Outra prova do jeitão linha-dura do técnico, que substitui Paulo Bonamigo, pôde ser comprovada durante a semana, quando Leão criticou o CT palmeirense, dizendo que ele parou no tempo. Também se queixou do departamento jurídico do clube, que lhe havia dito que a punição de dois jogos do lateral Baiano já fora cumprida e ele estaria liberado.

Na verdade, o jogador, que poderia ter atuado contra o Figueirense, cumpre neste domingo seu segundo jogo –o primeiro foi contra o Fortaleza. Baiano, expulso contra o Corinthians, foi punido pelo STJD por chutar bola em Tevez. Correa continua com a vaga. Outro suspenso é o meia Juninho. Ricardinho deve entrar.

O técnico Tite, do ameaçado Atlético-MG, não contará com três de seus titulares, todos suspensos: o meia Walker, o atacante Euller e o zagueiro Henrique.

PALMEIRAS
Sérgio; Nen, Gamarra e Leonardo Silva; Correa, Marcinho Guerreiro, Reinaldo, Pedrinho e Lúcio, Ricardinho e Marcinho
Técnico: Emerson Leão

ATLÉTICO-MG
Danrlei; Zé Antônio, Lima, Castan e Rubens Cardoso; R. Miranda (Amaral), Ataliba, Fábio Baiano e Luís Mário; Marques e Fábio Júnior
Técnico: Tite

Estádio: Parque Antarctica, em São Paulo
Horário: 16h
Juiz: Elvécio Zequeto (MS)

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Inter vence rival Grêmio com gol nos acréscimos e garante liderança do Gaúcho

Neste domingo, o Internacional venceu o Grêmio por 3 a 2, pela 10ª...

Mato-grossense disputará Campeonato Mundial de Atletismo na Escócia

A atleta Lissandra Maysa Campos, do município de Nossa...
PUBLICIDADE