Esportes

Cuiabá comemora 2º título da Copa Verde e tem mais duas rodadas para encerrar Série B

O título da Copa Verde, conquistado ontem à noite, no Pará, em mais uma virada épica, contra o Paysandu, está sendo muito comemorado pelo elenco do Cuiabá. O grupo agora segue viagem a Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e terá força máxima nos dois compromissos finais da temporada, ambos pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O primeiro é no sábado, contra o Botafogo, às 16h. A temporada do Dourado termina no outro sábado, dia 30, diante do Vila Nova, na Arena Pantanal.

Com 51 pontos, o Dourado ocupa 8º lugar na tabela de classificação e não tem mais chance de subir para a primeira divisão do ano que vem. Mesmo assim, o treinador Marcelo Chamusca não alivia e vai manter todo o elenco em busca de terminar a temporada na melhor classificação possível e demonstrar força no cenário nacional.

No ano que vem, além de manter-se na Série B, o Cuiabá vai disputar a Copa do Brasil em condições favoráveis, entrando direto nas oitavas de final, fruto da conquista da Copa Verde, e com o cofre reforçado com mais R$ 2,5 milhões, também fruto do título de ontem.

Conforme Só Notícias informou, em partida emocionante no estádio do Mangueirão, a equipe mato-grossense conseguiu reverter a desvantagem do jogo de ida, levou a decisão para os pênaltis, no último minuto, e chegou ao bicampeonato da competição regional (o primeiro título foi em 2015).

No jogo de ida, na Arena Pantanal, o Cuiabá perdeu de 1 a 0. Com isso, precisava reverter a desvantagem fora de casa. Em uma partida com oportunidades para ambos os lados, a equipe foi para o tudo ou nada nos cinco minutos de acréscimo no segundo tempo. Aos 49, Paulinho aproveitou bola alçada na área, cabeceou e marcou o gol do Dourado, silenciando os mais de 25 mil torcedores do Paysandu no Mangueirão.

O resultado levou a decisão para os pênaltis. Edinei, para o Cuiabá, e Caíque, para o Paysandu, desperdiçaram. Nas alternadas, Felipe Marques anotou para os mato-grossenses, enquanto Nícolas chutou no travessão.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: assessoria)