Educação

Unemat se adequa a decreto e suspende aulas de 20 mil acadêmicos

A Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) acaba de anunciar que, se adequando ao decreto do governador Mauro Mendes (DEM), assinado hoje, vai paralisar as aulas em todos os campus da instituição. A suspensão das atividades passa a valer a partir da próxima segunda-feira (23) e durará até o dia 5 de abril.

Também foram suspensas atividades administrativas consideradas “não essenciais”. Já as consideradas essenciais, deverão ser reorganizadas em conformidade com “orientações das pró-reitorias, Diretorias Político, Pedagógicas e Financeiras e Diretorias de Unidade Regionalizada Administrativa a partir de deliberações da Reitoria”.

A Unemat informou ainda que “o comitê de monitoramento do COVID-19 no âmbito da instituição fará avaliação continuamente e, em caso necessário, emitirá novas orientações em relação ao retorno das atividades”. Adiantou também que recomendações específicas de reposição das aulas e outras atividades serão definidas posteriormente.

Conforme Só Notícias já informou, em âmbito estadual, Mauro Mendes definiu, esta tarde, com secretários, sete medidas de combate ao Coronavírus. Uma delas é a suspensão das aulas nas escolas estaduais, a partir da próxima segunda-feira (23) até 5 de abril, a título de “antecipação de férias”.

Foi determinada também a suspensão da participação de servidores nas atividades de capacitação, treinamento ou eventos. Ficam suspensos eventos realizados pelo Estado em ambientes fechados com público superior a 200 pessoas. Ainda foi recomendado que não sejam realizados eventos por parte do setor privado.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo)