Educação

UFMT reabre inscrições em tecnologia educacional e pedagogia com vagas também em Lucas do Rio Verde

A Universidade Federal de Mato Grosso reabriu até o próximo sábado (4) o período de inscrições para os cursos de licenciatura em Tecnologia Educacional e Pedagogia, ofertados na modalidade Educação a Distância (EaD). Inédito no Brasil, o curso tem duração de quatro anos e formará professores para atuar no desenvolvimento de projetos/ações voltadas para uso mais intenso das Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação em atividades de planejamento, concepção e implementação conjunta de propostas educacionais que se utilizam de mídias e Tecnologia no sentido de integrá-las ao currículo escolar. A taxa é R$ 70.

“Esse curso, que conta com a parceria da Faculdade de Comunicação e Artes (FCA), Instituto de Educação (IE) e com o curso de Engenharia de Computação do Câmpus de Várzea Grande,  é o primeiro do Brasil nessa área e ele prepara o profissional para lidar com as tecnologias de videoconferência,  web conferência, com a produção de material didático e preparação de videoaulas”, explica o secretário de tecnologia educacional, professor Alexandre Martins dos Anjos.

As vagas estão distribuídas nos polos de Água Boa (22), Aripuanã (22), Cuiabá (52), Diamantino (22) e Pontes e Lacerda (22) e são divididas para profissionais das redes pública e privada de educação em efetivo exercício, que serão selecionados por provas de redação on line; ações afirmativas, selecionados por notas do Enem de 2018 e 2019; e  demanda social  ampla concorrência, com seleção feita também pelas notas do Enem dos últimos dois anos.

O curso de Pedagogia tem como objetivo promover a formação de competências relacionadas ao amplo processo de compreensão do processo educativo da Educação Básica e, mais especificamente, no ensino fundamental – anos iniciais, em suas múltiplas inter-relações pedagógicas, históricas, sociais, econômicas, políticas e culturais no campo do Ensino

Há vagas nos polos de Lucas do Rio Verde (40), Arenápolis (40), Campo Verde (40), Paranatinga (30) e São Felix do Araguaia (40) e são divididas para profissionais das redes pública e privada de educação em efetivo exercício, que serão selecionados por provas de redação on line; ações afirmativas, selecionados por notas do Enem e demanda social  ampla concorrência, com seleção feita também pelas notas do Enem de 2018/19, informa a assessoria.

Só Notícias (foto: Âlvaro Henrique/assessoria)