Educação

Sem prédio Escola Militar em Sinop ainda não tem data para instalação

A assessora pedagógica Janaina Schweitzer Chitolina informou, ao Só Notícias, que a Escola Militar que estava prevista pela secretaria estadual de Educação para ser implantada ano passado, em Sinop, ainda não tem previsão para calendário letivo por falta de um prédio que tenha capacidade para abranger as instalações da unidades. Ainda segundo a assessora, provavelmente as aulas não devem começar este ano nem há movimentação para instalação da unidade.

Anteriormente, havia se cogitada a possibilidade da instalação da Escola Militar, que quando em funcionamento atenderá alunos do sétimo ao terceiro ano do ensino médio,  na escola do Ceja, próximo avenida dos Tarumãs, entretanto não ocorreu. Chitolina destacou ainda que as três obras nas escolas Djalma Guilherme, Cleufa Hubner, no bairro Jardim das Nações, Nossa Senhora de Lurdes, bairro Terra Rica continuam paradas.

O modelo de escola funciona integrado com a secretaria de Segurança e tem como objetivo contribuir no processo de formação do cidadão. A escola segue a matriz curricular da rede estadual, com o desenvolvimento nos alunos do sentimento de amor à Pátria, da sadia mentalidade de disciplina consciente, do culto às tradições nacionais, regionais e do respeito à cidadania e aos direitos humanos. É permitido aos militares ministrarem aulas na educação básica, desde que devidamente habilitados para docência nas áreas específicas, conforme os procedimentos para atribuição adotados pela Seduc.

Redação Só Notícias