Educação

Seduc prevê instalar salas de aula modular em Cuiabá, Sinop, Sorriso, Alta Floresta e mais 10 cidades

A secretaria estadual de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) divulgou no Diário Oficial do Estado, que circulou hoje, o resultado do pregão eletrônico com objetivo de registro de preços para futura e eventual contratação de empresa especializada em locação de módulos estruturados em painel de aço isotérmico com EPS (isopor) para instalações de salas de aulas.

Consta no processo que a empresa vencedora é de Cuiabá e que a secretaria poderá investir mais de R$ 886,6 mil em salas modulares. Desse valor, estão previstos R$ 97, 9 mil no polo de Cuiabá. Em Sinop, serão R$ 72,5 mil. Em Alta Floresta, o investimento poderá chegar aos R$ 71, 2 mil. Para o município de Sorriso é previsto lote de R$ 21,4 mil.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Angélica Kliemaschewsk, também previu eventual instalação de salas modulares no polo de Barra Do Garças (R$ 109, 2 mil), Cáceres (R$ 145 mil), Chapada dos Guimarães (R$ 39,7 mil), Diamantino (R$ 38,9 mil ), Juara (R$ 11,1 mil ), Juína (R$ 23,7 mil), Primavera do Leste (R$ 74,1 mil), Rondonópolis (R$ 36,6 mil), Tangará da Serra (R$ 17, 2 mil) e em Vila Rica (R$ 127, 5 mil).

Só Notícias/Cleber Romero (foto: divulgação/assessoria)