Educação

Secretário manterá professores da rede estadual em teletrabalho até o dia 31

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto assinou a portaria publicada no Diário Oficial do Estado ontem, que prorrogou o teletrabalho para todos os professores da rede estadual de ensino até o dia 31 de março. Os plantões pedagógicos permanecem suspensos até a mesma data.

A portaria da secretaria segue determinação do governo do Estado que prorrogou as medidas restritivas impostas para conter o avanço da Covid em Mato Grosso. O Estado continua com alto índice de contaminação e de ocupação dos leitos de UTI. Atualmente, há 80 pessoas na fila de espera por UTI.

A portaria da secretaria determina que as escolas estaduais mantenham a mínima estrutura possível para que haja continuidade nas entregas dos kits alimentação escolar e apostilas para os alunos, bem como a limpeza dos prédios.

“Estamos em um momento muito crítico da pandemia da Covid-19 e precisamos redobrar todos os cuidados possíveis. As escolas devem manter o mínimo necessário de profissionais para montar e entregar os kits alimentação, pois eles são fundamentais a milhares de famílias neste momento”, explica o secretário.

Para a entrega dos kits, o secretário reforça que é necessário realizar agendamento com dia e horário para evitar a aglomeração de pais e responsáveis. As escolas também devem redobrar os protocolos de biossegurança.

A portaria também mantém suspenso o atendimento ao público de forma presencial na secretaria. O serviço terá que ser feito por telefone, e-mail, aplicativos de mensagens e afins.

Continua valendo o regime diferenciado de jornada de trabalho dos servidores da Seduc, órgão central e desconcentradas, que já adotaram modalidades de trabalho presencial, de revezamento e teletrabalho.

Hoje, conforme Só Notícias já informou, o governo do Estado confirmou que as medidas restritivas impostas para conter o avanço da Covid serão prorrogadas até o próximo dia 4 de abril, sendo mantidos toque de recolher das 21h até às 5h, com proibição de circulação de pessoas, comércio funcionando até às 19h, de segunda a sexta-feiras, dentre outras medidas que passaram a valer desde o último dia 3 e iriam até dia 18. Mas, a altíssima taxa de ocupação de UTIs com pessoas em estado grave, permanece em 94%.

Redação Só Notícias (foto: ChristianoAntonucci/assessoria)