Educação

Secretária será cobrada hoje em Sinop sobre convênio do transporte escolar

A secretaria estadual de Educação, Ana Carla Muniz, deve ser cobrada hoje pela prefeitura de Sinop para que o Governo do Estado faça a sua parte bancando o transporte escolar dos alunos que estudam na rede estadual. Ela estará em Sinop, á tarde. Cálculos da secretaria municipal apontam que são transportados, diariamente, 2.371 alunos das escolas municipais e 1.689 das estaduais. “Até agora não foi firmado convênio para bancar os gastos deste ano e já estamos com mais de 30 dias de aulas”, cobrou o secretário de Educação, Hedvaldo Costa. O prazo para ser firmado termina no final deste mês.

Ano passado, segundo ele, o Estado deveria arcar R$ 1 milhão do transporte escolar e só passou cerca de R$ 200 mil. O restante foi bancado pela prefeitura.
O custo diário para transportar as crianças da área rural e bairros mais afastados até às escolas é de R$ 12 mil. R$ 5 mil correspondem ao Estado.
Os ônibus percorrem 4 mil e 600 km-dia.

O problema não é só em Sinop. Há cerca de um mês, secretários de Educação de 17 municípios da região reuniram-se em Santa Carmem, e fizeram documento encaminhado ao governo cobrando que banque sua parte no trasporte escolar. Municípios de pequeno porte, por exemplo, estão enfrentando sérias dificuldades nesta área.